Não pode! Não devemos admitir! Não se vive de sorte!

Time em casa que almeja ao menos o G4, não pode perder de virada em casa jogando de forma esdrúxula como foi o Fluminense no 2º tempo!
O Professor que quando lhe falta a devida sorte de burro fica evidente a falta de capacidade de leitura futebolística do mesmo, foi culpado. Mas podemos também culpar o gol aceitável do arqueiro frágil (azar ou sorte?); e as peripécias de Wellignton Silva, aliás começar com Magno Alves parecia certo; mas não naquela posição, aliás começar com Magnata só parece certo, mas não é, aliás,… por que mexer com a sorte, não era a sorte de entrar com Magno no 2º tempo que estava até agora garantindo bons resultados!?

Quer saber Fora Levir!
Acabou a paciência! Até ele admite que é um burro com sorte e faz piada de tudo!
No mínimo irá se respaldar no histórico inadmissivel desse clube não vencer a Chapecoense!
É muita mediocridade!
Com todo respeito não ganhar o Chapecoense no Giulite Coutinho, aonde vencemos o temido Atlético Mineiro, é de uma mediocridade tão grande que nem consigo mais escrever! Contar com a sorte? Até quando! Queremos gestão! Queremos Profissionais que não se garantam na sorte, isso em todas as esferas! COMPETÊNCIA JÁ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.