Guerra política Tricolor ! No clube e nas redes sociais

Eleições  no  Fluminense!!!!

Tradicionalmente um assunto  que gera animosidades entre sócios e torcedores Tricolores pelo mundo afora .  A promessa feita meses atrás   entre os candidatos de que seriam eleições de paz ,claramente se perdeu , falhou,inexiste  .

Os  candidatos  que irão disputar  as  eleições do Fluminense,não brigam entre si diretamente mas,fazem insinuações para dar aquela cutucada nos adversários.

Curiosamente,  eu estava  lendo uma matéria sobre o mesmo  assunto no portal UOL,quando vi algo   e fiquei impressionado com o que li sobre a Flusócio.

Segundo o portal a Flusócio faz uma espécie de patrulhamento  de comentários por todas as redes sociais. Qualquer coisa que não lhes seja favorável se torna motivo para um embate entre as partes .
Ainda sobre as informações da UOL , a Flusócio teria aconselhado um  de seus membros usuário do Twitter a diminuir o ritmo das postagens, pois pela ótica do grupo ,ele estaria mais  atrapalhando do que ajudando.

Mas os candidatos usam também as redes sociais para se defenderem .Assim fez  Pedro Abad em relação a  acusações de uso da máquina na eleição.

“[…] candidatos da oposição procuraram a mídia para atacar uma candidatura consolidada, que só cresce e mostra cada vez mais força. Eles poderiam explicar porque não têm o apoio do presidente e do Marcelo Teixeira. Também deveriam dizer porque são contrários à filosofia implementada em Xerém. Teve até gente que trabalhou contra a construção do nosso CT e agora fala em construir uma Arena caríssima quando, nos bastidores, sempre afirmou preferir o Maracanã. Isso mesmo, diziam que o Fluminense não precisava de estádio e, depois da apresentação do nosso projeto, mudaram o discurso”, escreveu Abad em uma postagem no Facebook.

Já Mário Bittencour,  não gostou  de ver o Fluminense utilizando ferramentas oficiais para alavancar a candidatura de Pedro Abad , reclamou da situação e sugeriu que Abad que é  vice-presidente de finanças do Clube entregue o cargo para concorrer à presidência.

“Nossa preocupação é com o melhor para o Fluminense. Queremos um processo eleitoral onde os tricolores possam ver as propostas para o futuro do clube que tanto amamos. Não estamos aqui para atacar esse ou aquele candidato. O Fluminense é maior que isso, que eu, o Tenório ou qualquer outro candidato ou dirigente. Desde que apresentamos nossa chapa, deixamos claro que estamos em busca de um Fluminense mais vencedor, sem revanchismos ou picuinhas políticas. Diferente do que foi dito, todos os avanços já conquistados pelo clube serão mantidos, aprimorados. Sempre pensando num futuro onde seremos o mais organizado e bem-sucedido clube brasileiro”, comentou Mário Bittencourt.

Celso Barros foi categórico ao  atacar os projetos de estádio apresentados por Pedro Abad e Mário Bittencourt. Para Celso,  os candidatos  enganam os eleitores com esse tipo de promessa.

“Acho fantástica essa história de estádio. Mas almocei com o Pedro Antônio na quinta e ele falou que um estádio desse naquela área [Barra da Tijuca] demora três anos para começar a obra. Depois de iniciada, mais três anos para ficar pronto. É um projeto de no mínimo seis anos. Se houver viabilidade para começar, tudo bem”, disse Celso Barros .”
Por fim,ao mesmo Portal UOL ,os candidatos Pedro Abad,Mário Bittencourt e Celso Barros,deram declarações sobre o que acham das campanhas políticas.

Pedro Abad: “Minha campanha é propositiva, séria e responsável. Porém, alguns candidatos da oposição estão tentando atacar uma candidatura consolidada, que só cresce e mostra cada vez mais força. Sinceramente não me preocupo com isso e estou muito focado nos meus projetos para o futuro do Fluminense, que será ainda mais vitorioso”.

Mário Bittencourt: “O Fluminense desperta paixão e os ânimos acabam se exaltando, ainda mais pelas mídias sociais. Acho que todo debate em prol de um Fluminense mais forte válido, mas sem ofensas pessoais. Ataques deste tipo não acrescentarão nada para o futuro do Fluminense. Todos temos que pensar o que podemos fazer para ter um clube melhor: ter um futebol vitorioso, sempre competitivo, uma base ainda mais forte, os esportes olímpicos resgatados, uma sede valorizada, respeitando a opinião alheia”.

Celso Barros: “A intenção desse tipo de campanha é desconstruir e destruir a imagem dos adversários. Isso sempre existiu antes mesmo da internet. Hoje, há empresas que fazem isso. Disputei muitas eleições na vida, e no Fluminense apoiei David Fischel, Horcades e Peter. Nunca usamos esse expediente, porque ele desfigura o propósito democrático e decente das disputas. Busca enganar o eleitor. Vamos buscar a vitória jogando limpo.”

O também candidato  Cacá Cardoso, não foi acusado até agora de nenhum ato de ataque aos seus adversários e também não foi atacado por nenhum deles.

Para finalizar, constantemente nós do CanalFluNews  recebemos a crítica de que apoiamos o candidato A, B ou C  . Estamos fazendo uma cobertura nas eleições de forma totalmente isenta,para que o eleitor Tricolor não se sinta pressionado a votar  e escolha por si só quem ele irá eleger presidente. Não vamos deixar de noticiar sobre eleições ,só porque uma matéria pode desagradar um ou outro grupo de torcedores. Ser imparcial é mostrar ao leitor todos os lados,todas as vertentes .

Saudações Sempre Tricolores

Alvaro Souza Che