Decisões equivocadas: Prejuízo no campo e fora dele!

Fluminense 1 x 1 Atlético pr
Público: 43.691
Renda: R$ 710.256,71
Prejuízo: R$ 54.966,71

Prejuízo? É isso mesmo? Ou seja, considerando, uma meia entrada a R$ 10,00 se tivéssemos um incremento de público de aproximadamente mais 5.500 torcedores, atingindo 49.191 torcedores estaríamos no zero a zero?

O último jogo independentemente das circunstâncias técnicas do time, se apresentava como uma partida decisiva, em um feriado no Rio e por consequência de alto grau de interesse, superior na minha opinião ao jogo contra o Vitória, considerando o afunilamento da competição e que em um jogo na sexta às 19hs perdemos muitos torcedores, que neste horário teriam dificuldade de se desvencilhar de compromissos com trabalho e estudo. Se a nossa direção sabia que abrindo mão de receita o ponto de equilíbrio estaria em aproximadamente 765 mil reais porque caiu de R$ 50,00 para R$ 20,00?

Claro que promoção é sempre bem vinda, mas sinceramente cair em 60% o preço é desvalorizar o próprio produto e pensar de forma eleitoreira. Promoção de 20% ou 30%, já seria uma boa medida, considerando as circunstâncias que já mencionei e tenho a convicção de que não entregaria prejuízo algum aos cofres do clube, percebendo um bom público no estádio, superior a 30 mil, o que sinceramente não alteraria o resultado de campo.

Enfim, já foi feito. Além da receita, decidiram entregar vários percentuais de chances de chegarmos a uma taça libertadores, reduzidos a míseros 2%. Tá Difícil…

Vence o Fluminense! Sempre!
Rodrigo Fialho.