Com um a menos desde o início, Fluminense é eliminado da Copa do Brasil após nova derrota para o Grêmio

O Fluminense, infelizmente, teve reduzido o número de caminhos para chegar à Libertadores do próximo ano. Após perder por 3 a 1 em Porto Alegre, viu o Grêmio ser superior no Maracanã e garantir a ida às quartas de final da Copa do Brasil. O jogo foi marcado pela má atuação do Tricolor, os erros de arbitragem, o desentendimento entre os atletas e a demonstração de amor incondicional da torcida para com o clube.

Pelo visto no início da partida, a postura do time seria totalmente diferente da apresentada. Adiantando a marcação e jogando com bastante intensidade, o Fluminense transmitia à torcida ainda mais confiança com a classificação. Porém, um lance capital, aos cinco minutos, foi determinante. Contra-ataque do Grêmio foi parado com falta de Nogueira, considerado pelo árbitro como o último homem e autor de uma infração perigosa. Deste modo, não hesitou ao expulsar o zagueiro, provocando revolta nos tricolores.

A partir do momento em que a equipe da casa ficou com um a menos, os gremistas tiveram facilidade para construir a vitória por 2 a 0. Perdido, o Time de Guerreiros estava mal posicionado defensivamente e, por isso, cedeu espaços ao rival, que abriu o placar com Luan.

Cena corriqueira em jogos do Fluminense: Abel Braga reclamando da péssima arbitragem. (Foto: Mailson Santana)

Abel Braga, então, resolveu colocar Reginaldo. Mas quem teve de deixar o campo foi Gustavo Scarpa, o que desagradou à torcida. Ainda assim, a reposição na defesa não surtiu efeito, e Pedro Rocha fez o segundo dos gaúchos. Após infiltrar-se entre os zagueiros do Flu, driblou Diego Cavalieri e mandou para a rede. O Tricolor, apesar de precisar da virada e de um milagre, era infeliz ao tentar criar. Todos queriam o final da primeira etapa.

No segundo tempo, Renato Gaúcho trocou sua dupla de zaga. Do outro lado, Abelão, buscando evitar uma goleada, colocou Luiz Fernando em campo. O cenário da partida, entretanto, permaneceu igual. O time das Laranjeiras, mesmo atordoado por tudo o que acontecia, insistiu em chegar ao ataque, mas sequer obrigou Marcelo Grohe a trabalhar. A melhor chance foi com Henrique Dourado, que cabeceou no travessão aos nove minutos.

A derrota e a eliminação apenas evidenciam a carência de jogadores com qualidade, com poder de decisão, no elenco. Reforços são extremamente necessários, caso almejemos algo maior nesta temporada. O pior é ouvir nossos dirigentes pensando em base e Flu Samorin como solução, descartando a busca no mercado sul-americano, por exemplo. É apoiar o clube – como foi feito lindamente hoje – e cobrar a diretoria. E assim vamos seguindo.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Nicholas Rodrigues

Jovem estudante, colunista do FluNews, tricolor fanático e amante do jornalismo, profissão que quer seguir. (Twitter: _NickNeves / Instagram: _nickneves)