Em noite de pouco futebol, Fluminense perde para o Grêmio e despenca na tabela

Os torcedores que compareceram ao Maracanã em pleno feriadão, às 21:00 hrs, para ver o Fluminense, esperavam no mínimo um time com vontade de vencer. Não foi o que aconteceu.

O jogo que já tinha tudo para ser difícil, ficou ainda pior, quando o Grêmio em cobrança de falta de Edilson abriu o placar, logo aos 4 minutos. O gol que podia ser uma ducha de água fria no tricolor, não foi e, o Fluminense respondeu rápido, com Richarlison empatando a partida logo no ataque seguinte. Mas o juiz depois de algum tempo, anulou o gol, acertadamnete, no entanto a bola havia tocado na mão de Maicon dentro da área antes de chegar em Richarlison, mas o lance foi ignorado pelo árbitro da partida.

Depois do “quase gol” a torcida passou a empurrar mais o time, que dentro de campo, totalmente apático não ameaçava o gol de Marcelo Grohe. Por sua vez, o Grêmio embora não levasse perigo ao gol tricolor, tocava a bola e parecia ter o jogo sob controle.

Luan comanda mais uma vitória do Grêmio contra o Flu. (Foto: SporTV)

Na volta do segundo tempo, Abel tentou adiantar o time, trocando Léo por Lucas Fernandes, com Calazans fazendo a lateral esquerda. O começo se mostrou empolgador, com o Flu indo para cima do Grêmio. Pura ilusão, o time gaúcho voltou a impor seu ritmo e tocar a bola dentro do campo tricolor. Procurando ser mais agressivo, Renato colocou Fernandinho no jogo. O ponta gremista deu mais trabalho à zaga tricolor e, começou a levar mais perigo ao gol de Júlio César.

Mesmo sem fazer muita força, o Grêmio ampliou. De novo em cobrança de falta, dessa vez com Luan. O camisa 7 colocou por cima da barreira no lado direito de Júlio César que ainda tocou na bola mas não evitou o gol.

Com a derrota praticamente sacramentada, a torcida passou a vaiar a equipe, principalmente o presidente Abad e seu grupo político, a Flusócio. Perto do fim da partida, torcedores ainda chegaram a entrar em um princípio de confusão, mas logo foram contidos pela PM.

Torcida do Flu briga entre si no final da partida. (Foto: GloboEsporte.com)

Lembrando o time de 2016, o Fluminense começa a despencar na tabela e, depois de figurar no G6, já ocupa a 10° posição.

ST,
Douglas Wandekochen