fbpx

Abelão vê time abaixo, mas se responsabiliza pela derrota para o Avaí

Foi na quinta-feira, aos olhos de sua torcida, no Nilton Santos, que o Fluminense viu sua invencibilidade terminar. O Avaí fez 2 a 1 e garantiu certa vantagem para o segundo jogo, marcado para o dia 15, em Santa Catarina. Abel Braga chamou a responsabilidade para si e explicou a derrota.

– Não fizemos um bom jogo, reconheço isso. A responsabilidade é toda minha. Sentimos no segundo tempo que a equipe foi muito abaixo. É o cansaço natural. Alguns jogadores foram muito abaixo. Nos últimos jogos, com o coletivo bem, alguns jogadores cresciam individualmente. Hoje o coletivo não funcionou. Eu me responsabilizo – disse.

O ponto crucial para o revés foi a falha de Marlon Freitas, que entrou no lugar de Sornoza. Minutos depois de entrar em campo, o volante perdeu a bola e contribuiu para contra-ataque fatal do adversário. Em seguida, saiu o gol da virada.

– O Marlon Freitas tem uma característica de entrada na área. Eu o coloquei, ele errou uma bola e saiu o segundo gol – justificou o comandante, antes de defender o jogador:

– Abala, por ser um jovem. É difícil para ele. Entrou em campo e, sem tocar na bola, já estava sendo vaiado. Podia ter recebido incentivo.

Apesar do placar desfavorável, Abelão ainda crê na classificação para a próxima fase. O técnico destacou, também, a confiança que tem no elenco.

– Continuo a acreditar nos nossos jogadores. Nós temos que ter consciência que não está liquidado. Eles poderiam ter liquidado em dois ou três contra-ataques. Não aconteceu. Continua em aberto. Quando chegar o momento deste jogo, vamos pensar no que será melhor.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top