Reginaldo comemora campanha no Carioca, mas mantém pés no chão: ‘Nada ganho’

O Fluminense retomou a rotina de treinos nesta segunda-feira, no CT, após derrotar o Nova Iguaçu por 2 a 1. O resultado, que carimbou a vaga do time nas semifinais da Taça Rio e do Carioca, e a boa campanha até aqui animam Reginaldo, autor do segundo gol da vitória de domingo.

– A gente tem uma sensação de quase dever cumprido. Fizemos bons jogos, conseguimos a classificação antecipada. É importante – disse, antes de concluir:

– O grupo está bem, entendeu bem o sistema implantado pelo Abel. Mas não tem nada ganho, não – garante.

Tranquilo no Estadual, o Fluminense está confiante e totalmente focado na Copa do Brasil. Quinta-feira, em Santa Catarina, enfrenta o Avaí estando em desvantagem no placar. Precisa fazer 2 a 0 para sair com a classificação direta. Reginaldo, devido à suspensão de Renato Chaves, estará entre os titulares.

– Estar bem no Carioca nos ajuda para o jogo de quinta-feira. Nos dá confiança. A gente sabe da dificuldade que será o jogo. Mas temos dois dias para trabalhar. Espero que a gente possa se classificar – torce.

Reginaldo viveu, na virada do ano, uma indefinição quanto ao seu futuro nas Laranjeiras. Estava no radar do América-MG e prestes a ser emprestado, contra a vontade de parte da torcida. Mas a falta de opções para a defesa impediu que o Tricolor negociasse o zagueiro de 25 anos.

– Começou no final do ano passado. Fiquei sabendo pelo meu empresário do interesse do América-MG. Aí, o Henrique saiu. Houve a minha permanência, depois outras especulações. Mas deixei na mão de Deus. Se ele me deixou aqui, creio que tem alguma coisa grande para mim. Titular ou não, vou continuar trabalhando. Estou feliz de ter recebido algumas oportunidades e ter correspondido.


Abaixo, leia mais trechos da entrevista coletiva

Premiação da Copa do Brasil

A situação financeira é importante, agrada a todo mundo. A gente não pensa em classificar só pelo dinheiro. Mas, sim, pelo objetivo de tentar ser campeão.

Condição de reserva

Quando começou a temporada, tinha o pensamento de buscar a titularidade. Abel escolhe os jogadores que estão no melhor momento. Não tem porquê ele tirar um e colocar outro. Tenho de respeitar e estar pronto para quando tiver oportunidade.

Necessidade de reforços

É importante ter mais jogadores pois temos muitas competições. O time que começa o ano não é o mesmo que termina. O Abel e a direção fazem um bom trabalho e, sem dúvida, vão chegar alguns reforços para nos ajudar.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Nicholas Rodrigues

Tricolor, 16 anos. Redator do Canal FluNews desde 2015. Apresenta-se nas redes sociais como @nickrodriguesrj