Gilberto encara duelo com o Avaí como o ‘mais importante do ano’ e cita conselhos de Abelão

A temporada começou há pouco tempo, mas o Fluminense se vê às vésperas de sua primeira decisão. Quinta-feira, em Santa Catarina, pega o Avaí em busca de reverter o placar e se classificar na Copa do Brasil. Gilberto reafirma a importância do duelo e, por outro lado, prega tranquilidade.

– Jogo mais importante do ano até aqui. Temos essa responsabilidade. Abel pediu para a gente não se desesperar, não se atirar. Temos que ter tranquilidade porque, nos jogos em que conseguimos mais saldo de gols, jogamos tranquilamente. Naturalmente os gols vão sair – crê.

O regulamento da Copa do Brasil, assim como o valor da premiação, sofreu alterações, se comparado à edição passada. Em 2018, o gol qualificado deixa de ser critério de desempate. Para seguir no torneio, o Tricolor deve vencer por dois de diferença. Em caso de triunfo por só um gol, a decisão se dará nas penalidades. Mas Gilberto, embora torça para que o time se garanta na próxima fase de forma mais tranquila, afirma estar preparado.

– A chance é grande, sabemos disso. A gente trabalhou muito. Esperamos que não aconteça porque é sempre um clima mais de tensão. Mas estamos preparados, trabalhamos isso. Vamos nos sair bem caso aconteça. Estou preparado (para bater o pênalti), mas isso vai depender muito do jogo – diz.

A pressão da torcida pela classificação é, pelo menos para Gilberto, o menor dos problemas. O lateral-direito, que esteve entre os alvos de críticas nas primeiras semanas do ano, se confessa acostumado e fã do sistema de eliminatórias.

– Eu gosto. Desde a base sempre gostei de competição de mata-mata. Tem um clima diferente. É uma pressão gostosa, gosto de sentir essa pressão.


Veja mais respostas do camisa 2

Superação do time

Começamos o ano muito desacreditados, mas durante os jogos fomos conquistando a torcida com nosso trabalho dentro de campo.

Lições do jogo de ida

A gente errou na falta de atenção, perdendo segunda bola. Trabalhamos muito bola parada, que é nosso ponto positivo. Agora vamos tentar minimizar esses erros para não acontecerem novamente.

Saída de Renato Chaves, entrada de Reginaldo

Reginaldo foi muito bem, consagrado até com gol na última partida. Não muda muito, são jogadores com características parecidas, rápidos e técnicos. Acho que não muda muito.

Premiação da Copa do Brasil

Temos que focar no jogo, mas sabemos que a classificação é importante até pelo lado financeiro.

Consequências de uma possível eliminação

Acho que não temos que pensar por esse ponto porque o jogo ainda nem aconteceu. Temos que pensar no que podemos fazer para isso não acontecer. Não dá para imaginar a pressão depois de uma eliminação.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.