Pedro tem nome gritado no Maracanã: ‘Sempre sonhei com esse momento’

Titular a partir da saída de Henrique Dourado, Pedro viveu seu melhor momento com a camisa tricolor no Clássico Vovô deste domingo. Além do gol, que abriu a goleada por 3 a 0, deu passe de peito para Marcos Jr. ampliar a vantagem. A boa atuação na final da Taça Rio fez a torcida ovacionar o camisa 32, homenageado com ‘o Pedro vai te pegar’, alusão à música que os torcedores cantavam a Fred.

– Responsabilidade grande. Sei do peso que é ser titular do Fluminense. Sempre sonhei com esse momento, a torcida gritar meu nome no Maracanã em uma final. O Fred é um ídolo para mim. Sempre o acompanhei quando subi para o profissional, seus treinos de finalização. Um cara que entende muito da área. É dar sequência no trabalho e fazer muito mais gols pelo clube para voltar a ouvir a torcida gritar meu nome – declarou.

Os treinos com os profissionais eram valiosos para Pedro, que observava e pegava os ‘macetes’ de Fred. O início de carreira do jovem, de 20 anos, contou com a parceria do ídolo.

– Além de ídolo, o Fred é também um amigo fora de campo. Ele me dava muitas instruções dentro de campo, de movimentação, de finalização. E sou um cara que sempre escuto os mais experientes. Só tenho a agradecer a Deus pelo companheirismo que ele tem comigo.

Embora agrade a Abel Braga e ao agora cruzeirense, Pedro prega pés no chão. Engatinhando no futebol, o atleta pede calma, por ser seu primeiro ano como titular, e promete empenho.

– Tem que ter muita calma. É meu primeiro ano de fato como profissional, titular. Mas fico feliz com o elogio dele, um cara que é ídolo da torcida. Mas tenho que trabalhar e manter os os pés no chão para me tornar um grande jogador no meio do futebol.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com