fbpx

Palmeiras e Fluminense ainda buscam acordo sobre caso Gustavo Scarpa

Ainda há conversas para tentar acordo sobre o caso Gustavo Scarpa, inclusive nos mesmos moldes da negociação de meses atrás. É o que garantiu Paulo Autuori, durante entrevista nesta segunda-feira, no CT. O Palmeiras, à época da transferência do meia, se propôs a oferecer jogadores para se precaver de algum envolvimento na batalha judicial. A audiência, no Tribunal de Justiça Trabalhista do Rio, está marcada para o dia 16 de abril, segundo o jornal Extra.

— Estas conversas existem desde que entrei aqui. Não foram alteradas em absolutamente nada. Inclusive em relação aos alvos de interesse do Fluminense. Só que as coisas paralisaram, todos sabem o motivo. Mas tem que haver interesse das três partes. Só que isso é de presidente para presidente. Eu não posso definir nada. Seria leviano da minha parte – revelou.

No mês passado, o clube de Laranjeiras derrubou a liminar conseguida pelo jogador, cujo contrato com o Tricolor foi reativado. A queda do documento impede que Scarpa atue pelo Alviverde, com o qual havia firmado vínculo de cinco anos. Diante da decisão da Justiça, imaginou-se que o atleta poderia voltar a vestir a camisa verde, branco e grená – o que, para Autuori, está descartado.

— Uma coisa é ele estar vinculado ao Fluminense de novo. Outra é o posicionamento do jogador e de seu representante. Eles acham que vão ganhar, é um direito deles de achar. E, em função disso, não querem qualquer tipo de aproximação. Embora haja interesse das instituições Palmeiras e Fluminense em fazer um acordo em que todos possam sair minimamente felizes. Porque feridos todos já estão — finalizou.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top