Airton atua por poucos minutos contra a Chape e avisa: ‘Estou pronto e a postos’

Contratado em janeiro, Airton ainda batalha por uma vaga no time. No sábado, quando o Fluminense venceu a Chapecoense, por 3 a 1, o volante substituiu Pedro, aos 43’ do segundo tempo, e atuou por, no máximo, seis minutos. Tempo curto, mas que serviu de aviso para Abel Braga: o camisa 5 está na fila de espera.

– Estou feliz com meu retorno e pronto para ajudar. Me preparei muito esses meses para entrar, jogar e ajudar o Fluminense na temporada. Uma honra trabalhar com o professor Abel e devo agradecer, principalmente, o departamento médico do Flu e ao Filé por todo trabalho que tiveram comigo. Agora é preparar para mais um jogo difícil, desta vez contra o Grêmio, em Porto Alegre – declarou.

Devido à lesão no Botafogo, Airton precisou de tempo para se recuperar. Apesar dos longos meses fora de combate, o volante, de 28 anos, continua sofrendo com problemas físicos, mesmo que mais simples. Há algumas semanas, por exemplo, foi poupado de treinos por conta de dores musculares.

Todavia, o jogador se considera apto a jogar e, especialmente depois da chance recebida no fim de semana, confia em novas oportunidades nas Laranjeiras.

– Espero contribuir com meu futebol em prol do Fluminense. Estou pronto e a postos. Quando o professor Abel precisar, estarei à disposição. Foi uma longa espera, tive muita paciência, força da família e dos amigos e todo apoio do clube na minha recuperação. Agora é jogar e ajudar o Flu na temporada – completou.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!