Pedro Abad descarta aposta e procura profissional com perfil igual ao de Autuori

Uma vez que a saída de Paulo Autuori foi, enfim, consumada, o Fluminense avalia o nome certo para assumir a vaga. O substituto, ainda indefinido, deve ter perfil semelhante ao do ex-diretor-esportivo. Nos encontros entre Pedro Abad, Fabiano Camargo e Abel Braga, ficou decidido, também, que uma aposta está descartada.

Há, internamente, o maior cuidado para impedir que o caso Alexandre Torres, demitido em dezembro, se repita.

O caminho, portanto, seria tentar figuras conhecidas do futebol, como Rodrigo Caetano, primeira alternativa do clube e que fechou com o Internacional. Ricardo Gomes, atualmente desempregado, e Fernando Gonçalves, ex-coordenador de psicologia do Flamengo, foram ventilados no passado e continuam na lista de preferidos da diretoria.

Enquanto trabalha para contratar um novo dirigente, Abad precisa manter o clima tranquilo no futebol, buscando, principalmente, mandar para longe a maré negativa que passou por Laranjeiras em 2017, em razão de atrasos salariais.

Como Autuori confirmou que sua demissão se deve, por exemplo, à dificuldade financeira, o elenco voltou a se preocupar com a chance de haver demora no pagamento dos vencimentos. As contas com o grupo estão em dia por causa de um empréstimo, realizado junto a uma instituição financeira.

Paulo Autuori, cuja despedida causou lamento no CT, na segunda-feira, era o elo entre jogadores e diretores, deixando Abelão livre para focar somente em treinar o time. Esta função deve ser a mesma exercida pelo sucessor.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!