Sozinho e incomodado, Abel Braga se reúne com presidente e anuncia demissão

Enquanto a Copa do Mundo acontece na Rússia, os problemas continuam surgindo aos montes nas Laranjeiras, no Rio de Janeiro. A bomba da vez é a demissão de Abel Braga, anunciada neste sábado, em reunião com Pedro Abad. Contratado em dezembro de 2016, quando a atual gestão assumiu o comando do Fluminense, o técnico assinou até o fim de 2018 e, pela primeira vez na carreira, terminou um ciclo antes do prazo. A saída foi confirmada e lamentada pelo presidente, por meio de comunicado oficial.

– Certamente é uma perda muito grande para o Fluminense. Abel estava conosco desde o início da gestão. Mas entendeu que era o momento de encerrar este ciclo. Respeitamos a decisão dele e já estamos em busca de uma reposição à altura para o carro-chefe do nosso clube.

A temporada prometia ser diferente de 2017, quando Abelão teve de treinar o time e, ainda, servir de elo entre o elenco e a diretoria. A dupla-função, somada às questões extracampo, influenciou o trabalho nas quatro linhas. Para impedir que o cenário se repetisse, Paulo Autuori foi chamado para ser diretor-executivo de futebol, em janeiro deste ano. Depois de cinco meses, porém, optou por deixar o cargo, devido à recorrência dos atrasos salariais.

A partir da perda dessa peça-chave na manutenção da tranquilidade do ambiente interno, Abel Braga se sentiu sozinho na gestão do grupo e notou que a sina da última temporada voltara à tona. A dificuldade do Fluminense em honrar seus compromissos com os jogadores e a falta de recursos para reforçar a equipe incomodavam antes mesmo da derrota para o Santos, quarta-feira, e contribuíram para o treinador pedir o boné.

Com o recesso do Mundial, o clube ganha tempo para correr atrás de um substituto – a reapresentação está marcada para o dia 26 de junho. A intenção de Abel, inclusive, era comunicar sua escolha o mais rápido possível, justamente para facilitar a procura por um novo comandante.

Abel Braga, com três passagens pelas Laranjeiras, é o segundo técnico com mais jogos à frente do Fluminense: 329. Foi campeão brasileiro (2012), carioca (2005 e 2012), da Taça Rio (2005 e 2018) e da Taça Guanabara (2012 e 2017).

Neste primeiro semestre de 2018, soma 14 vitórias, oito empates e 12 derrotas em um total de 34 partidas. Campeão da Taça Rio, foi eliminado da Copa do Brasil ainda na terceira fase, para o Avaí, e ficou fora da final do Campeonato Carioca. Deixa o Tricolor com uma vaga na segunda fase da Sul-Americana, onde enfrentará o Defensor-URU, e em 12º lugar no Brasileirão, com 14 pontos (a dois do Z-4).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

One Reply to “Sozinho e incomodado, Abel Braga se reúne com presidente e anuncia demissão”

Comments are closed.