Marcelo Oliveira lamenta possíveis saídas e deseja ‘fico’ de Pedro

Com o destaque nos primeiros meses da temporada, Pedro, de 21 anos, entrou para a lista de garotos com mercado na Europa. Goleador do Fluminense em 2018, com 14 gols, o jovem ganhou a confiança da torcida e despertou olhares do Velho Continente. Apesar de, por enquanto, nenhuma proposta ter chegado até a diretoria, há um certo receio quanto a uma possível transferência da joia de Xerém. Marcelo Oliveira, por exemplo, vê potencial no centroavante e deseja sua permanência.

– Espero que ninguém saia, especialmente o Pedro, um jogador com faro de gol, uma referência. Gosto de atletas assim, com técnica. Ele é muito novo e poderá evoluir – avalia.

Ao mesmo tempo que quer manter os principais jogadores no elenco, o técnico reconhece a necessidade de vendas, principalmente no caso do Fluminense, em más condições financeiras. Oliveira viveu caso semelhante quando comandou o Cruzeiro, entre 2013, 2014 e metade de 2015.

– Essa é uma situação de todos os clubes. Infelizmente, comum. Cruzeiro manteve uma base de dois anos e foi campeão. Depois, perdemos oito jogadores. Isso não é culpa da diretoria. É o mercado, a concorrência desleal da Europa – lamenta.

Os cofres vazios nas Laranjeiras refletem, inclusive, no futebol. Afinal, atrasos salariais tornaram-se, mais uma vez, recorrentes. No momento, estão pendentes um mês na CLT e um de imagem. Ao ser apresentado, nesta terça-feira, Marcelo Oliveira frisou a sinceridade do presidente nas conversas com o elenco, quando se trata dessas irregularidades.

– Não estou inteirado sobre isso. Ouvi o presidente falando com os jogadores de forma sincera sobre o assunto para tentar solucionar esse tipo de problema – resumiu.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!