fbpx

Assessor sinaliza fim de entrevista, mas Douglas interrompe e encerra com mensagem ao ex-clube

Foram catorze anos defendendo as cores verde, branco e grená. Mas o primeiro ciclo da carreira de Douglas, no Fluminense, chegou ao fim. Vendido ao Corinthians, o volante foi apresentado nesta sexta-feira, em São Paulo, e se disse curado da artrite reativa, descoberta em 2017 e que causa dores e inchaço nas articulações, graças ao departamento médico do ex-clube. Quando a entrevista estava prestes a ser encerrada, o jovem pediu a palavra e fez questão de agradecer ao Tricolor.

– Gostaria de agradecer o Fluminense por tudo o que fez por mim. Me formou como jogador e como homem. Agradecer ao departamento médico. Graças a eles, hoje estou curado – falou.

A escolha por trocar de time se explica pelo interesse em experiências diferentes. Foi assim que Douglas justificou sua saída, em um momento em que ganhava a confiança de Marcelo Oliveira, técnico do Fluminense, e era testado como titular.

– Resolvi trocar o Fluminense não por situação financeira. Foi pelo desafio. Corinthians é um dos maiores clubes do mundo, que disputa Libertadores e Copa do Brasil. Na minha vida, financeiramente, foi bom. Por isso vim para cá também.

Embora tenha se mostrado grato ao clube onde começou, o jogador apagou algumas postagens, inclusive a de despedida, que o liguem à agremiação de Laranjeiras. No entanto, manteve a maioria, como da época da base e da conquista do Brasileirão de juniores, em 2015.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

 

Top