Observado por Tite, Pedro pode ganhar chance na Seleção ainda em 2018

Principal nome do Fluminense, Pedro tem colhido os frutos de seu talento e brilho em 2018, ano em que assumiu a camisa 9 do clube onde foi formado. O artilheiro do Campeonato Brasileiro, com nove gols, desponta como possível novidade nas convocações de Tite para os últimos amistosos do Brasil nesta temporada, em setembro, outubro e novembro.

Observado pela comissão técnica da Seleção desde 2016, quando treinou duas vezes com os selecionados do treinador, o centroavante é considerado uma raridade no futebol brasileiro, dada a atual dificuldade em revelar jogadores para a posição. Pedro agradou pela mobilidade e pela facilidade em proteger a bola.

Até mesmo durante a Copa do Mundo, entre junho e julho, Pedro e sua ascensão eram assuntos comentados por Tite a seus auxiliares. À época, o moleque de Xerém já se destacava com a camisa verde, branca e grená. Com o fim do Mundial, conquistado pela França, surgiu a discussão sobre quem deve ser o homem-gol do Brasil, uma vez que Gabriel Jesus, dono da vaga, teve um desempenho ruim e acabou abrindo brechas para Roberto Firmino entrar de vez na disputa.

Na segunda-feira, os trabalhos serão retomados na sede da CBF, no Rio de Janeiro. A ideia é decidir as diretrizes da próxima lista, que deve ser anunciada em 17 de agosto e valerá para os jogos do dia 7 e 11 de setembro, contra Estados Unidos e El Salvador, respectivamente. Aos 21 anos, Pedro briga pelo seu espaço e tem chances de ser lembrado.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.