Convocado pelo Equador, Sornoza é desfalque em dois jogos e abre ‘briga’ por vaga no Fluminense

Complicada, a missão de Marcelo Oliveira no comando do Fluminense ficará ainda mais difícil a partir desta quinta-feira. A seleção do Equador convocou Sornoza para a disputa de dois amistosos, nos dias 7 e 11 de setembro, contra Jamaica e Guatemala, em solo norte-americano. O anúncio aconteceu na última quinta-feira.

Com o retorno à seleção, o equatoriano desfalcará o time em dois jogos, depois de conquistar um ponto em sequência longe de casa. O primeiro, daqui a três dias, é contra o Vitória. O segundo, no domingo, é diante do Botafogo. Ambos ocorrerão no Maracanã.

A saída do camisa 10 pode dar a Daniel, reintegrado ao clube há um mês, a chance de mostrar serviço. Ele, por ora, só esteve entre os reservas. O cenário é este: ou a cria de Xerém ou, mais uma vez, apostar em um atacante.

– A diretoria está sempre atenta, mas esbarra nas dificuldades do clube e na disponibilidade de um jogador como o Sornoza. Vamos ter que criar alternativas (para quando ele estiver com a seleção do Equador), com alguém que tenha características de meia ou alguém que possa fazer essa função – avisou Marcelo Oliveira, na sexta-feira.

Apesar do elenco recheado de homens de frente, nem todos caíram nas graças do técnico. Casos, por exemplo, de Bryan Cabezas, Luciano e Pablo Dyego. Quem, talvez, esteja firme na briga pela vaga é Júnior Dutra, que desempenhou função semelhante na vitória sobre o Palmeiras, por 1 a 0, em julho.


Saiba como os ‘esquecidos’ são vistos por Marcelo Oliveira:

Luciano

– Estamos tendo um cuidado a mais com o Luciano. Ele chegou sem jogar há um tempo. Precisa recuperar, ganhar ritmo de forma equilibrada para não se machucar novamente.

Pablo Dyego

– (Tem poucas chances) Mais pela concorrência maior na função que ele exerce. Temos Everaldo, Marcos Júnior, Matheus… Mas é um jogador extremamente dedicado, que pode nos ajudar na sequência. Principalmente na Sul-Americana, já que o Pedro é dúvida e o Kayke não está inscrito. Já foi solicitado para empréstimo e não liberamos porque confiamos nele.

Cabezas

– Falta a minha convicção de que ele deve ser aproveitado. Jogos são muito acirrados, decisivos. Precisamos ter a certeza maior de deixar fora outros jogadores, como Matheus, Marcos Júnior, Everaldo.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.