Fernando Neto recomeça no Fluminense e comemora atuação contra o Santos: “Fiz um bom trabalho”

O uso do time alternativo na derrota para o Santos, sábado, por 3 a 0, serviu para o Marcelo Oliveira considerar novas opções para o fim da temporada. Enquanto a maioria teve uma atuação ruim, dois reservas conseguiram mostrar serviço: Rodolfo e Fernando Neto, fruto do Flu-Samorin. Ele pôde, finalmente, voltar a vestir a camisa verde, branca e grená, depois de mais de três anos.

– Procurei dar o meu melhor. Mesmo não indo para os jogos, procurei sempre me esforçar nos treinos. Sabia que uma hora a minha chance ia chegar. Mais para frente é o Marcelo que vai avaliar. Acho que fiz um bom trabalho. Quero trabalhar para cada vez mais ajudar o Flu – disse o lateral-esquerdo, que vê o período na Eslováquia como vantajoso:

– Acho que é a terceira vez que estou voltando. Aprendi bastante a parte tática na Eslováquia. Lá joguei na mesma posição de hoje (sábado). Procurei evoluir e a experiência foi muito boa. Voltei em julho com a expectativa de jogar e dei meu melhor em todos os treinos. Acho que nos portamos bem no primeiro tempo, mas o pênalti abalou um pouco a equipe. Agora é pensar na Sul-Americana – finalizou.

Aos 25 anos, Fernando Neto foi revelado em Xerém e rodou o Brasil com empréstimos, defendendo, por exemplo, Macaé, Santo André e Vila Nova. Como no último fim de semana, pode ser improvisado no meio-campo. A delegação viajou ao Uruguai na manhã desta segunda-feira, em razão da decisão contra o Nacional, pela Sul-Americana, e a presença do jogador na lista de relacionados ainda é incerta.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.