fbpx

“Mais importante da carreira”: a visão de Luciano sobre o gol que levou o Fluminense adiante na Sula

Quando trocou o futebol grego pelo brasileiro, em julho, a promessa de Luciano era “fazer gols para ajudar o Fluminense”. Também por questões físicas, demorou algum tempo até se encontrar no time de Marcelo Oliveira. A lesão de Pedro, em agosto, deixou um vazio enorme e que, depois de tantas opções testadas, acabou preenchido pelo ex-Corinthians, em boa fase. Foi o ‘empurrãozinho’ de que ele precisava para, enfim, cumprir o prometido.

– Infelizmente, o Pedro se machucou. Coisas do futebol. Estou trabalhando, assim como os outros, e a gente espera suprir essas ausências. Graças a Deus está dando muito certo, estou podendo fazer os gols e ajudar meus companheiros.

Luciano anotou gols importantes (ao todo, são cinco em 15 jogos), como o que determinou o 1 a 0 sobre o Atlético-MG e garantiu certa tranquilidade para o clube no Brasileirão. Mas, pelo menos para ele, nenhum supera o que marcou na quarta-feira, em Montevidéu. Justo. Afinal, foi aquela bola na rede que reservou uma vaga para os tricolores na semifinal da Sul-Americana.

– Eu não sou herói, longe disso. Meus companheiros estão de parabéns. A emoção é muito grande. Sem dúvida foi o gol mais importante da minha carreira – revelou, em entrevista à imprensa no aeroporto do Galeão, quinta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

 

Top