Jádson improvisado, Léo no banco: M. Oliveira avalia manter time que venceu o Nacional

Léo se curou de um edema na coxa, razão de sua ausência desde a goleada sobre o Paraná, mas pode ficar no banco no jogo de ida do confronto diante do Atlético-PR, pela Sul-Americana. A ideia do Marcelo Oliveira é manter o time que venceu o Nacional, semana passada, no Uruguai: improvisando Jádson na lateral-direita e reforçando o meio-campo com Airton. Na ocasião, o dono da vaga até viajou com a delegação, mas sequer foi relacionado. A decisão deve ser tomada na tarde desta terça-feira, quando o time treina na Vila Capanema, casa do Paraná Clube.

– Senti um pouquinho (no clássico contra o Vasco). Normal, pelo tempo parado. Mas estou bem, apto para atuar os 90 minutos. Vai depender do treinador. Por mim, eu jogaria. Vou me esforçar como tenho me esforçado – declarou o jogador, que atuou na derrota de sábado, por 1 a 0, pelo Brasileirão.

O técnico vem tendo dor de cabeça com o setor desde as contusões de Gilberto e, depois, Léo. No empate em 1 a 1 com o Nacional, testou Matheus Alessandro. Em Montevidéu, porém, deslocou Jádson para a vaga e, para melhorar a marcação, começou com Airton.

Nesta manhã, o clube divulgou a entrada de mais dois jogadores na lista da Sula: Bryan Cabezas e Igor Julião, que se torna mais uma opção para Marcelo Oliveira na ala-direita.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

Nicholas Rodrigues

Tricolor, 16 anos. Redator do Canal FluNews desde 2015. Apresenta-se nas redes sociais como @nickrodriguesrj