Fluminense espera iniciativa do Atlético-PR e planeja explorar contra-ataques

De olho numa vaga na finalíssima da Sul-Americana, o Fluminense faz, nesta quarta-feira, a partida de ida contra o Atlético-PR. Com a vantagem de decidir no Maracanã, o time deve adotar uma postura mais cautelosa na Arena da Baixada e abusar dos contra-ataques. A missão de buscar um gol fica a cargo da velocidade de Everaldo e do faro de artilheiro de Luciano.

– Nossa equipe é rápida, sabe explorar bastante os contra-ataques. O Atlético propor mais o jogo pode nos ajudar. Pode sobrar espaço para a gente. Estamos esperando que eles tomem a iniciativa e aí podemos ter espaço para puxar os contra-ataques – explicou Everaldo, que vê com bons olhos um embate na casa do adversário:

– Um empate lógico que é interessante. É uma competição de mata-mata, são dois jogos. Com um empate, fica para decidir na nossa casa. Da mesma forma que o Atlético é forte na Arena, nós somos também muito fortes na nossa casa.

Marcelo Oliveira, porém, esconde o estilo de jogo que apresentará mais tarde, da mesma forma que mantém a escalação como segredo. Fica a dúvida sobre quem assume a lateral-direito: Léo, recuperado de edema na coxa, ou Jádson, improvisado? A última conversa entre o técnico e o grupo de jogadores e, consequentemente, os ajustes finais acontecerão a poucas horas do duelo.

– Vamos esperar o professor decidir, ver o que ele vai nos passar antes do jogo, na preleção. Ele vai passar o que pretende fazer o que vamos propor no jogo – disse o atacante.

Na relação, as grandes novidades são a presença de Cabezas e as ausências de Igor Julião, por opção técnica, e Dodi, com torção no tornozelo direito.


VEJA A LISTA DE RELACIONADOS:


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Nicholas Rodrigues

Tricolor, 16 anos. Redator do Canal FluNews desde 2015. Apresenta-se nas redes sociais como @nickrodriguesrj