fbpx

Jádson diz que recebeu sondagens, mas projeta permanência no Fluminense

Jádson superou suas próprias expectativas ao se tornar o segundo jogador a mais defender o Fluminense no ano, com 59 jogos, atrás apenas do goleiro Júlio César, com 62. Anotou três gols, dois deles em goleada sobre o Paraná, no Brasileirão. Marcas jamais alcançadas em Botafogo, Udinese (ITA), Atlético-PR, Santa Cruz e Ponte Preta.

– Foi muito especial poder vestir a camisa do Fluminense em 2018 e fazer tantas partidas quanto eu fiz. Para mim, foi o melhor ano da minha carreira. Foi um balanço muito positivo – revelou.

Anunciado em dezembro, ao lado de Gilberto, o volante agradou Abel Braga durante a pré-temporada na Flórida e ganhou a vaga na equipe ainda em janeiro, o que, aliás, o surpreendeu. Precisou de pouco tempo para virar peça-chave no Fluminense, no primeiro semestre.

– Achei que chegaria e demoraria um pouco para me adaptar, para me firmar no time. Foi tudo o contrário do que imaginei. Pude ter uma sequência, fazer bons jogos – relembrou.

Apesar da queda de produção desde a chegada de Marcelo Oliveira, em junho, o clube conta com Jádson para a próxima temporada. E vice-versa. Embora confirme sondagens, o jogador garante foco em realizar um ano melhor coletivamente do que 2018. Há clubes da Turquia e dos EUA interessados.

– Meu plano é continuar no Fluminense, continuar ajudando o time. Quanto a sondagens, procuro não me meter nisso, não tomar parte, porque, enquanto não tiver nada de concreto, não tem por que eu me posicionar em relação a isso. É claro que existe, mas, como não tem nada concreto, não tem por que eu ficar esquentando a cabeça com essas coisas – explicou, finalizando:

– A princípio, estou totalmente focado no Fluminense em 2019, para termos um ano muito melhor do que tivemos esse ano. Espero que possamos dar para a torcida em 2019 aquilo que ficamos devendo em 2018.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top