Mascarenhas supera mágoa por saída e prevê chance de se firmar no Fluminense em 2019

Emprestados, dezenas de jogadores do Fluminense estão espalhados pelo Brasil e até pelo mundo. Como a virada do ano pode simbolizar uma debandada nas Laranjeiras, a cúpula de futebol analisa nomes que merecem ser reincorporados ao elenco. Um deles, provavelmente, é Mascarenhas, que jogou pelo Botafogo-SP e pelo Atlético-GO neste ano.

– Eu volto para ajudar o clube e meus companheiros. Volto mais experiente e com um aprendizado importante, mas ser titular ou não é uma consequência do trabalho do dia a dia. Claro que todo jogador quer ser titular e ter sequência, mas, como falei, eu quero somar e ajudar o grupo e a comissão técnica – declarou.

Ayrton Lucas, dono da vaga nas gestões de Abel Braga e Marcelo Oliveira, está vendido para o Spartak Moscou, da Rússia. O que, naturalmente, abre uma maior concorrência no setor. A princípio, Marlon, que não sabe se passa mais uma temporada no Fluminense, e Mascarenhas estão no páreo. Nenhum reforço, por ora, foi sondado para a lateral-esquerda.

– De longe, eu sempre buscava acompanhar os jogos e mantive contato com os jogadores. É o clube que me formou e me deu a oportunidade de realizar meu sonho. Espero poder contribuir muito e que 2019 seja uma temporada muito boa. Volto mais experiente e com uma bagagem de aprendizado muito grande. Tive uma boa passagem pelo Atlético-GO, aprendi e evoluí bastante – explicou.

Mascarenhas foi promovido ao profissional em 2017, mas não ganhou a sequência que sonhava. Fez apenas quatro jogos e ainda conseguiu marcar um gol, contra o Avaí. Verdade que, à época, revezava entre time principal e base. Porém, considerava viver um bom momento e se magoou com os empréstimos.

– Confesso que lá atrás, quando fui emprestado, minha ideia era ficar. Eu estava num momento bom e fiquei chateado em deixar o clube, mas são coisas que acontecem no futebol. Procurei evoluir pela minha carreira, mas agora é outro momento e quero seguir evoluindo.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.