Angioni crê na contratação de Marquinhos Gabriel, pretendido pelo Grêmio

Sornoza está em São Paulo, realizou exames médicos e, agora, espera ser anunciado como reforço do Corinthians. Mas o Fluminense ainda não dá a negociação como encerrada. Inicialmente, a oferta era de R$ 10 milhões e empréstimo de Marquinhos Gabriel e Moisés. Ambos, no entanto, ficaram mais distantes de Laranjeiras.

– Há um compromisso do Corinthians com o Fluminense. De uma forma ou de outra, o compromisso se mantém. (A vinda de jogadores por empréstimo) Tem um valor financeiro agregado na venda. Teríamos que encontrar uma alternativa. Mas ainda tenho muita esperança que o Marquinhos venha – declarou Paulo Angioni.

Por considerar a proposta mais vantajosa, o Alvinegro priorizou o Grêmio nas conversas pelo empréstimo do meia. Havia, inclusive, um acordo quanto a valores e salários, que seriam bancados integralmente pelos gaúchos. Porém, o Al-Nasr, dos Emirados Árabes, ao qual está emprestado até o meio de 2019, pretende exercer a opção de compra fixada em contrato. Para voltar ao Brasil, o jogador precisaria conseguir a liberação junto aos árabes.

– Chance zero do Marquinhos ir para o Grêmio. Está emprestado ao Al-Nasr com preço fixado e deve ficar lá – enfatizou o diretor de futebol corintiano, Duílio Monteiro Alves.

Angioni telefonou a Marquinhos Gabriel, com quem trabalhou no Bahia, em 2013, para convidá-lo a integrar o elenco de Fernando Diniz. Todavia, o Globoesporte.com diz que o atleta não se interessou em se transferir para o Tricolor, mas, sim, para o Grêmio, principalmente pela oportunidade de disputar a Libertadores.

– É uma operação triangular com o Corinthians e o jogador. Estamos na expectativa de fazer o Marquinhos entender que o Fluminense seria uma boa porta de entrada. Já o conheço. Eu o levei para o Bahia e ele foi muito bem. Da parte dele sei da gratidão. Mas garantir que ele vem é quase impossível. Liguei para o Marquinhos, falamos da possibilidade e depois não mexi mais nesse processo, que está sendo tocado pelo Corinthians – concluiu.

Também envolvido na troca pela venda de Sornoza, o lateral-esquerdo Moisés, pelo que se pôde interpretar da declaração de Paulo Angioni, não será contratado. Isso porque a diretoria entende que o setor está completo.

– É o mesmo caso do Marquinhos Gabriel, tem um valor agregado na venda do Sornoza. Mas falando da lateral esquerda especificamente, avançamos muito na renovação do Marlon e teremos o retorno do Mascarenhas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.