Com dois expulsos, Flu perde por 1 a 0 e Fla leva taça da Copa do Brasil Sub-17

Nem mesmo o surto de caxumba, que adiou o segundo jogo da final, atrapalhou o Flamengo no clássico com o Fluminense. Depois do empate em 1 a 1 na ida, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0 nesta sexta-feira, no Maracanã, e frustrou o sonho dos jovens promissores de Xerém ao levar para a Gávea a conquista da Copa do Brasil – categoria sub-17.

Foi um jogo em que os rivais mostraram suas qualidades técnicas, mas que acabou definido por uma falha corriqueira do Tricolor, na hora de concluir a gol. As jogadas eram bem construídas, porém, faltou mais capricho para balançar as redes, assim como na Taça BH deste ano. Com a pressão aumentando, a organização deu lugar ao desespero, o que resultou na aposta em bolas aéreas.

Estrela flamenguista, Renier marcou no primeiro jogo e, também, no triunfo que garantiu o título. Dessa vez, o gol surgiu de uma furada de Marcos Pedro. No segundo tempo, os garotos do Flu partiram para cima e obrigaram o goleiro a fazer grandes defesas. Sem contar, ainda, as duas bolas na trave.

Nos minutos finais, o panorama mudou e a final ficou marcada pelo enorme descontrole emocional do Fluminense. O volante André e o atacante João Pedro, joia negociada para o Watford, foram expulsos por agressão aos adversários.

Segundo a jornalista Luiza Sá, do LANCE!, os tricolores receberiam a medalha e cumprimentariam os vencedores no gramado, mas a organização vetou a ideia. Os prêmios pelo vice-campeonato, portanto, foram entregues no vestiário.



Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.