Fluminense envolverá Jádson em troca por “pacotão” do Cruzeiro

Interessado em reforçar o time com três cruzeirenses, o Fluminense concordou em trocar Jádson, em definitivo, pelo pacotão com Bruno Silva, Ezequiel e Digão. Embora as condições estejam definidas, as diretorias ainda não confirmam o negócio. Paulo Angioni, porém, revelou que a possibilidade de acerto é grande.

Bruno Silva deixará o Cruzeiro, com quem tem vínculo até o fim de 2020, para assinar com o Fluminense em definitivo. Ezequiel, por sua vez, virá emprestado, assim como Digão, que terá o contrato de empréstimo renovado. As negociações devem ser finalizadas na semana que vem. A informação é do jornalista Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia. 

Ao portal Superesportes, o empresário de Jádson explicou que a saída para BH depende de uma liberação da Udinese, que detém seu passe e o cedeu ao Tricolor, sem custos, em dezembro de 2017.

– Não tem nada fechado ainda. Se caminhar, precisamos de uma autorização da Udinese, que é dona de parte dos direitos. Possível tudo é, mas depende das conversas, dos valores – disse.

Aos 32 anos, o volante do Cruzeiro, que viveu seu melhor momento no Botafogo, em 2016 e 2017, pretende recuperar a regularidade. Também sem espaço na Toca da Raposa, o lateral-direito de 25 anos é, segundo o UOL, um pedido de Fernando Diniz.

O experiente zagueiro retornou em junho ao clube que o formou e, mesmo sem estar nos planos de Mano Menezes para a próxima temporada, poderia não permanecer nas Laranjeiras por uma discordância entre os times quanto aos moldes do acordo. Mas a tendência é que a moeda de troca – Jádson – tenha facilitado as conversas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.