Júlio César deixa o Fluminense para se transferir ao Grêmio

Sem Marcelo Grohe, negociado para o futebol árabe, o Grêmio acertou com Júlio César, de 32 anos, para a próxima temporada. Costurado nos últimos dias, o acordo será de dois anos. O goleiro viaja a Porto Alegre na quinta-feira.

Com o insucesso nas sondagens a Everson, do Ceará, e Gatito Fernandéz, do Botafogo, o Grêmio procurou Júlio na semana passada e não encontrou dificuldades, uma vez que o jogador estava em fim de contrato.

– A proposta do Grêmio foi boa e fizemos a escolha. Há o acerto, faltando alguns detalhes para a assinatura – informou Nilson Moura, da Art Sports Management, que, ao lado de Darci Afonso Jacobi, agencia o atleta.

Nas Laranjeiras desde 2014, Júlio César começou a ganhar espaço apenas em 2017, quando chegou a barrar Diego Cavalieri. Com a dispensa do ex-camisa 12, o arqueiro assumiu a vaga e viveu em 2018 a melhor fase da carreira, pegando pênalti em jogo que valia a permanência na Série A e sendo, inclusive, considerado o principal nome do time.

O goleiro mantinha conversas com a diretoria do Fluminense sobre a renovação, mas o salário, acima do teto de R$ 150 mil, e o tempo do novo vínculo atrapalharam os planos. Pachuca-MEX e Atlético-PR analisaram a contratação.

Júlio César encerra sua passagem pelo Fluminense com 127 jogos e as conquistas da Primeira Liga (2016), Taça Guanabara (2017) e Taça Rio (2018).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.