Ferj inaugura sala para utilização do VAR no Carioca

foto: Divulgação

A Comissão de Arbitragem da FERJ (COAF-RJ) inaugurou nesta quinta-feira (17) a sala de simulador e treinamento do VAR, na sede da entidade.

A empresa contratada do simulador é a Hawk-Eye – mesma utilizada pela FIFA na Copa do Mundo e nas Ligas Francesas e Italiana de Futebol.

O ex-árbitro Sandro Meira Ricci, que apitou nas duas últimas Copas do Mundo, esteve na inauguração orientando os árbitros e assistentes da Ferj.

O VAR será usado ao todo em 10 partidas deste Carioca: as semifinais e finais das Taças Guanabara e Rio além das semifinais e finais do Estadual. O uso ficou restrito às fases eliminatórias pois de acordo com a Ferj os clubes teriam que arcar com os custos operacionais do recurso, que seria em torno de R$25 mil por jogo.

O regulamento da competição, através  do inciso 2, apresenta uma ressalva ao uso do recurso nos estádios: “qualquer clube poderá solicitar, as suas expensas, que o VAR seja utilizado em sua partida, desde que a solicitação seja apresentada à COAF/RJ com antecedência mínima de 10 dias e o estádio que receberá a partida possua condições técnicas para utilização do VAR”, informou o regulamento

De acordo com a FERJ, cinco estádios estão aptos a receberem o VAR. São eles: Maracanã, Moacyrzão, Nilton Santos, Raulino de Oliveira e São Januário.

Procuramos a direção do Fluminense e até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta se o Tricolor pretende arcar com os custos do recursos em algum de seus jogos durante a fase de grupos.

One Reply to “Ferj inaugura sala para utilização do VAR no Carioca”

  1. Pingback: Canal Flu News

Deixe uma resposta