fbpx

Apresentador diz que terceira camisa é “pano de chão”, e Fluminense responde a provocações

Edílson Silva, que apresenta o programa “Os Donos da Bola” na Band, detonou a camisa azul com listras tricolores, produzida pela Under Armour para o Fluminense e lançada nesta quarta-feira (23). Ele a chama de “pano de chão” e de “uniforme de coveiro”.

– Coisa horrorosa! É a cara da gestão do Abad. Parece camisa falsificada, de mercado popular. Nada a ver com as cores e a tradição do Fluminense – disse o jornalista, ao anunciar que os modelos estão à venda nas lojas e incentivar os torcedores a não comprá-los.

Apresentador diz que terceira camisa é “pano de chão”, e Fluminense responde a provocações

As declarações não agradaram ao Fluminense, que publicou, nesta quinta-feira, uma nota na qual repudia a maneira desrespeitosa com a qual Edílson se referiu ao clube e à empresa norte-americana.

“Em resposta aos comentários realizados pelo apresentador Edílson Silva, do programa “Os Donos da Bola”, da Rede Bandeirantes, o Fluminense Football Club lamenta a forma desrespeitosa usada pelo mesmo para falar do lançamento da terceira camisa do clube, produzida pela Under Armour – uma marca global, referência em inovação e criação de material esportivo.

Ao fazer comentários que atingem uma instituição centenária e representativa no futebol brasileiro e mundial, o apresentador é desrespeitoso com o Fluminense, com a Under Armour e com a torcida tricolor. Além de demonstrar preconceito e incentivo à pirataria, mostra-se consideravelmente desinformado”.

Por outro lado, a maioria dos torcedores aprovou a roupa, que estreará no domingo, em jogo contra a Portuguesa, pela Taça Guanabara. A novidade é um sucesso no mercado brasileiro.

“Ao dizer que a nova camisa virará “pano de chão”, o apresentador indica desconhecer que, em seu primeiro dia de vendas, foi um sucesso em todos os locais em que foi exposta. Nossa loja recebeu solicitação do produto para venda em 21 estados. Os comentários atacam, ainda, de forma descabida, o Conselho Deliberativo do clube, que aprovou todos os uniformes da nova coleção, como prevê o estatuto”.

O apresentador é qualificado como “desinformado” por dizer que existe um processo movido contra a Under Armour, acusada, por ele, de ser “caloteira”. Ambas afirmações são negadas pelo Fluminense.

“Sem qualquer base ou apuração dos fatos, o apresentador cita ação judicial e dívida entre empresa e Fluminense. Erra flagrantemente! Não existe nenhum processo contra a fornecedora. O clube nega que haja qualquer dívida ou litígio com a Under Armour.

Por último, mas não menos equivocado, o apresentador, como se expertise tivesse em moda, desqualifica o produto, diz que parece “falsificado”, e incentiva, de forma preconceituosa, que o torcedor busque-os em “mercados populares”, como se esses fossem um centro de pirataria.

O Fluminense Football Club, no caminho da correção dos fatos, sempre esteve à disposição da imprensa para dar todas as informações pertinentes sobre qualquer assunto. A apuração junto ao clube evitaria o tratamento equivocado e o achincalhe à centenária instituição Fluminense e à empresa Under Armour”.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

7 Replies to “Apresentador diz que terceira camisa é “pano de chão”, e Fluminense responde a provocações”

  1. Esse desqualificado quer ibope, o que o programa dele não tem. Impressiona pela falta de tino pra conduzir e apresentar um programa.

  2. Nós cariocas já deveríamos estar acostumados com os comentaristas de São Paulo, tratasse na maioria deles, e repito na maioria, de bairristas sem o mínimo de imparcialidade e totalmente desinformado, lamentável, instituições citadas e envolvidas deveriam abrir processo contra tal ” profissional”.

  3. Bom dia !!! Saudações tricolores!!! Muito linda a camisa, com todo o respeito ao apresentador, ele está sem noção, ederrespeitando a instituição fluminense!!!

  4. É impressionante comi essa imprensa que veicula e reverbera uma informação deturpada e mentirosa. O que o jornalista disse, contextualizando sua indignação contra a atual gestão do Fluminense Football Club, foi completamente desvirtuada por essa imprensa que desinforma. É por isso que o Brasil percebeu, embora tardiamente, como o marxismo envenenou o tecido social brasileiro. Da imprensa honesta e isenta espera-se informação somente. Sem análise tendenciosa e desonesta como esta. Nós torcedores do Fluminense não somos e não seremos massa de manobra para essa imprensa hipóxia. Basta!!!

  5. Esse Filha da PUTA desse edil sono Silva não sabe nem quando gozá o pior programa esportivo de TV e o que ele faz eu não sei como Bandeira uma grande Empresa de Televisão da emprego para um analfabeto como esse um fuleiro que não sabe se expressar e não entende de futebol. Ei seu fundido respeita o Fluminense que não precisa nem que tu pronuncie esse nome olha lá se algum torcedor te pegar vai te encher de porrada o teu papel não é esse seu burro. Tu tens que comentar e o futebol seu fudido isso sim. Não falar do clube o que ele faz ou deixa de fazer seu safado bandido. Ei Direção da Band tira esse programa do ar ou tira esse pilastra tá manchando o nome dessa grande e conceituada Empresa de Televisão. Ajudai DATENA Portela.

  6. Eu gostei e vou comprar e esse cara aí eu não conheço como nada no futebol, se fosse alguém de influência estaria em uma grande emissora e com um bom programa, pra mim não passa de um bosta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top