Por falta de alvará, Fluminense receia interdição do CT

Clube foi autuado pelo Ministério de Fazenda, que fará vistoria na próxima semana

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

A tragédia no Ninho do Urubu fez a Prefeitura do Rio de Janeiro se mover. Um dos alvos foi o Centro de Treinamento Pedro Antonio, do Fluminense. Em vistoria, ficou comprovado a falta de documentos que podem resultar na interdição do local. 

Nesta semana, mais precisamente na segunda-feira (11), a Secretaria Municipal de Urbanismo visitou os CT’s dos clubes grandes do Rio de Janeiro e viu irregularidades em todos, exceto o do Tricolor. Foi constatado pelo órgão que o clube tem licenças necessárias para realizar obras até o dia 23 de outubro de 2019. 

Já o Ministério de Fazenda encontrou irregularidades. A entidade constatou que o clube não possui alvará de funcionamento, que depende do Certificado de Registro do Corpo de Bombeiros. O órgão cobrou regularização do clube junto à Prefeitura e irá realizar vistoria na próxima semana. 

A diretoria do Fluminense trabalha com a possibilidade de interdição e prepara a sede das Laranjeiras para receber os treinamentos e cuidados necessários com o elenco profissional. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *