Em nota, Fluminense repudia possível descumprimento de acordo pelo lado direito do Maracanã

A dois dias de decidirem a Taça Guanabara, Fluminense e Vasco trouxeram à tona uma velha briga, envolvendo o setor Sul do Maracanã. Dessa vez, enquanto o rival, sorteado como mandante do jogo, anuncia que sua torcida ficará à direita das cabines de rádio e TV, os tricolores reivindicam o direito, garantido em contrato com o consórcio do estádio, de ocupar o espaço.

Após declarações de Pedro Abad de que o caso irá à Justiça até que se chegue a uma solução, nesta sexta-feira, o Fluminense divulgou nota na qual repudia possível descumprimento do acordo combinado em 2013. Leia, na íntegra:

“O Fluminense Football Club notificou o Complexo Maracanã Entretenimento (CME), na manhã desta sexta-feira (15/02), para que cumpra o contrato prévio existente entre as partes, que garante o uso do Setor Sul pela torcida tricolor. Em documento enviado ao CME, o Flu alerta para as consequências do descumprimento do Termo Aditivo ao Contrato – em pleno vigor por força de decisão judicial, em caráter liminar, proferida pelo Desembargador Eduardo Gusmão Alves de Brito Neto nos autos do Agravo de Instrumento nº 0015955-76.2017.8.19.0000 – e solicita que seja estabelecido o posicionamento de sua torcida no Setor Sul do Estádio Mario Filho na partida contra o Club de Regatas Vasco da Gama, a ser realizada no próximo domingo (17/02), válida pela final da Taça Guanabara, do Campeonato Estadual de Futebol Profissional do Rio de Janeiro. O CRVG também foi notificado. Desde 2013, no novo modelo do Maracanã, foram nove confrontos entre as equipes no estádio, independente do mandante, todos com os tricolores no Setor Sul. O Fluminense vai lutar para ter seus direitos mantidos, inclusive, indo à Justiça para garanti-los, e espera que Mauro Darzé, em nome do Consórcio Maracanã, se manifeste em relação ao possível não cumprimento do contrato.”

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *