Reunião entre Fluminense e Vasco não encerra queda de braço por lado no Maracanã

Os presidentes de Fluminense e Vasco, Pedro Abad e Alexandre Campello, se reuniram com o representante do Maracanã, Mauro Darzé, na FERJ, neste sábado, para buscar uma solução para a polêmica que vem marcando o clássico que decide o campeão da Taça Guanabara. A queda de braço, ainda sem fim, envolve o setor Sul do estádio, que sediará a final às 17h deste domingo.

Ao deixar o encontro, Abad, aparentemente inconformado, preferiu não conversar com a imprensa, mas avisou que o clube se posicionará em breve. Por sua vez, Campello revelou que não há como cumprir a liminar conseguida pelo Fluminense nesta sexta-feira, dado que, segundo o mandatário, existem mais de 20 mil ingressos vendidos.

– Não houve consenso. Existe a posição da federação, do Bepe, do Vasco e do próprio Maracanã. Embora exista uma decisão liminar, ela não é possível de ser executada. Temos mais de 20 mil ingressos vendidos, absoluta maioria para a torcida do Vasco no setor sul. Não tem como mudar esse curso agora, nem o local da partida.

A proposta é que o Cruz-Maltino suspenda a comercialização aos vascaínos para a arquibancada Sul até que o Fluminense venda o mesmo número de ingressos aos tricolores para o setor Norte.

– Chegamos à definição de que vamos atender a liminar e suspender a venda do setor sul e iniciar a venda do setor norte para a torcida do Fluminense até que se chegue ao número de ingressos que foram vendidos para os vascaínos. Os outros setores seguem disponíveis – completou Alexandre Campello.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

2 Replies to “Reunião entre Fluminense e Vasco não encerra queda de braço por lado no Maracanã”

  1. O Abad tem e que não aceitar e não ir niguem pois a Ferj e seu presidente sabe que existe o contrato,não somos palhaço e ser o A nas não tomar providência vai abrir outros precedentes ,pois a Ferj. Ao respeita o que tá escrito.SO TEM SAFADO NO RIO DE JANEIRO E ELES SABEM QUEM SAO . E MEU NAO VOU AO JOGO E A TORCIDA TODO TINHA QUE NAO IR TAMBEM.

Deixe uma resposta para Carlos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *