Técnico elege Caio Henrique melhor jogador contra o Bangu e diz que Gilberto merece Seleção

No jogo contra o Bangu, as atenções estavam voltadas para Paulo Henrique Ganso. Todavia, dois jogadores conseguiram se destacar em meio à euforia pela estreia do camisa 10 e deixaram o Maracanã com a moral com Fernando Diniz ainda mais elevada.

O primeiro deles é Caio Henrique, considerado, em votação aos tricolores na internet, o melhor jogador desta sexta-feira. Diniz concorda. Inicialmente reserva, o meia vem ganhando espaço e, dessa vez, substituindo Airton, suspenso, dividiu a marcação com Dodi, na posição em que começou. Bruno Silva também não atuou e, ao lado do camisa 5, deve voltar na terça-feira, frente ao Antofagasta, pela Sul-Americana.

– Vou sempre colocar o melhor time em campo. Concordo que o Caio fez a melhor partida hoje. Mas ele não fez nenhuma má partida ainda. É uma maquininha com média muito boa. Oscila pouco para baixo, mas hoje oscilou para cima. Foi talvez de fato o melhor jogador da partida. Com o retorno de todo mundo, é bom. Temos de ter 11 para começar, três para entrar. Pela sequência, alguns acusaram cansaço. Ou por inatividade ou por sequência. É bom ter todo mundo à disposição para escalar o melhor time no próximo jogo – explicou o comandante.

Caio colecionou boas estatísticas. Foi, por exemplo, o atleta que mais acertou passes (94), o que mais desarmou o adversário (5) e o que mais acertou lançamentos (3). Finalizou sua bela atuação marcando o segundo gol do Fluminense e seu primeiro como profissional. Ele, que defendeu o Paraná em 2018, está emprestado pelo Atlético de Madrid e pede passagem nas Laranjeiras.

Sem jogar desde agosto, quando machucou o joelho direito, Gilberto pôs Ezequiel no banco e retornou aos gramados apoiado pela torcida, que bradou seu nome quando o duelo estava prestes a começar. Mas o amparo não veio apenas dos torcedores, mas também da beira do campo.

– Foi um momento muito importante para ele e para o Fluminense. Ele sofreu muito e conseguiu aguentar até o final, quando teve câimbra. Tem de dar parabéns aos médicos e fisioterapeutas, eles fizeram um trabalho extraordinário. A tendência é de evolução, ele tem um nível muito alto. É um jogador de seleção brasileira, na minha opinião. A gente espera que melhore com o passar dos jogos. Vamos cuidar do joelho para não ter problema – declarou Diniz.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *