Bruno Silva pega gancho de seis jogos por cusparada a vascaínos

Bruno Silva, enquadrado no artigo 254-B (cuspir em outrem), respondeu no TJD-RJ pela cusparada dada a vascaínos em clássico na fase de grupos da Taça Guanabara, no Mané Garrincha. O julgamento, realizado nesta quarta-feira, determinou gancho de seis jogos ao volante.

A serviço do Fluminense, o advogado Lucas Maleval argumentou que o juiz do jogo não relatou o episódio na súmula e pediu que o vídeo que registrou a ação, publicado por uma torcedora rival, não fosse considerado como prova. Os auditores negaram o requerimento.

Eram quatro relatores presentes e houve um empate na votação pela punição a ser aplicada ao jogador. Dois queriam que a suspensão durasse quatro partidas, enquanto os demais defendiam pena de seis jogos, posição com a qual o presidente da sessão, Wagner Vieira, concordou, dando seu voto de minerva.

Inicialmente, a audiência havia sido marcada para 13 de fevereiro, mas acabou adiada por conta do alerta de temporal no Rio. Passou para dia 20, sendo novamente remarcada, agora para esta quarta, em razão de uma falha de comunicação no órgão.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta