Fernando Diniz vê Ganso evoluindo e elogia Fluminense em goleada

Nessa quarta-feira, o Fluminense despachou o Ypiranga-RS com uma goleada por 3 a 0, no Maracanã. Foi nesse duelo que Paulo Henrique Ganso marcou seu primeiro gol com a camisa verde, branco e grená – e, curiosamente, de barriga, como Renato Gaúcho em 1995. O desempenho hoje agradou a Fernando Diniz, que vê o meia cada vez mais entrosado com a equipe.

– Fazer gol é sempre importante, porém, mais importante ainda foi como evoluiu no jogo de hoje. Ele já tinha treinado melhor. É um cara diferente, muito inteligente. Assimila muito bem as informações. Ele tem tudo para fazer uma grande temporada. Minha expectativa é de que a gente consiga ajudá-lo a colocar o seu talento em campo – disse.

Ainda recuperando ritmo, Ganso não suportou ficar os 90 minutos em campo e, perto do fim do segundo tempo, pediu para ser substituído. Alegou cansaço em seu terceiro jogo no Tricolor, considerado o melhor desde a sua contratação, mas conseguiu mostrar serviço ao técnico.

– Ele vem muito bem, correspondendo às expectativas que tinha e tenho nele. A cada vez, treina melhor. Assim, a tendência é de que ele jogue melhor. Tem mais entrosamento, ritmo. Estava muito tempo sem jogar. Era normal não ter tido a atuação de hoje nas partidas anteriores – explicou Diniz.

Em uma breve análise, o treinador elogiou a atuação do Fluminense, apesar da ressalva quanto à intensidade aplicada à troca de passes. Com o triunfo, o clube fatura R$ 1,4 milhão e avança para a terceira fase, na qual encontrará o Luverdense, em confronto com ida e volta, sem vantagem do empate. Os mandos serão sorteados na sexta-feira.

– O time sofreu muito pouco. O Ypiranga veio para se defender. Os times do Sul têm força na defesa, com jogadores altos. A gente ofereceu poucas chances hoje. Tivemos muitas chances. Poderíamos ter tido mais intensidade em determinado momentos na troca de passes. De maneira geral, o time teve boa atuação.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta