Ganso comemora primeiro gol pelo Fluminense e afirma: “Foi histórico para mim”

Foto: Divulgação / FFC

De barriga, meia marcou o terceiro gol do Tricolor na vitória por 3 a 0 sobre o Ypiranga-RS

Nesta quinta-feira (07), Paulo Henrique Ganso concedeu entrevista coletiva no CTPA. O meia, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Fluminense no triunfo por 3 a 0 sobre o Ypiranga-RS, em duelo válido pela segunda fase da Copa do Brasil, comemorou muito o tento e se disse realizado. Porém, fez questão de minimizar seu gol de barriga, deixando claro a diferença de importância em relação ao episódio protagonizado por Renato Gaúcho, em 1995.

A felicidade foi grande em marcar o primeiro gol. Espero que seja o primeiro de muitos. Foi uma boa recordação (gol de barriga). Mas já deixei bem claro: o gol do Renato deu o título para o Fluminense, enquanto o meu deu apenas uma classificação para o Fluminense“.

Nunca tive contato com o Renato (Gaúcho). Tem o campeonato brasileiro e a gente vai acabar se encontrando. Ele é um grande treinador e tem uma carreira brilhante“.

Ganso também falou sobre o estilo de jogo imposto pelo time de Fernando Diniz, ressaltando a necessidade de se cuidar fisicamente e saber a hora de se preservar para sempre estar a disposição do treinador.

É um estilo de jogo que treinamos bastante, para ter a bola em nosso favor. E assim podemos criar mais chances de gol e dar menos chances ao adversário“.

A gente se preocupa muito com isso. Não sou mais um garoto, mas cuido muito do meu físico, do meu corpo para poder jogar os 90 minutos todos os jogos. Ontem já estava praticamente definida a classificação, conversamos e preferi sair“.

Perguntado sobre como imaginou seu primeiro tento com a camisa tricolor, o jogador de 29 anos disse não ter pensado muito sobre, mas afirmou ter sido histórico por toda a mística em torno do ‘gol de barriga’. Além disso, comemorou o fim do jejum de gols.

Não cheguei a imaginar como seria esse gol. Até tentei de falta, que poderia ser de fora da área. Mas a felicidade foi enorme de marcar o primeiro gol. Ainda mais da forma que foi. Guardada as devidas proporções, foi histórico para mim“.

Se fiz 2 ou 3 jogos de 90′ foi muito. Quando você está feliz como hoje estou, é completamente diferente do que passei nesse período. Eu jogava, mas não estava feliz comigo mesmo. Acho que é por isso que não tinha conseguido fazer gol“.

Sobre o restante da temporada e a possível chegada de Nenê, Ganso disse ser necessário pensar jogo a jogo e destacou o ambiente positivo no elenco do Fluminense.

Difícil projetar o que será a temporada. Temos que pensar a cada jogo. O jogo mais importante agora é domingo. Depois o é o próximo. Futebol tem que pensar sempre em vencer. Se Nenê vier será muito bem recebido. Todos sabemos da qualidade dele. Encontrará um ambiente muito bom no Fluminense“.

Por fim, o camisa 10 avaliou seus primeiros momentos no clube das Laranjeiras. O meia disse estar muito feliz e contente em vestir a camisa do tetracampeão brasileiro.

Estou curtindo, muito contente. Sabia que era um ambiente muito bom. Só posso dizer que estou muito feliz. Espero me divertir a cada mais dentro de campo com meus companheiros“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *