Até quando só notícias ruins?

Guerreiros da Sul ! Tricolores e Tricolindas.
Até quando vamos conviver com notícias diárias de atrasos de salários? Normal no mundo do futebol ? Concordo, 15 dias, 1 mês! Agora três meses de novo? Décimo terceiro, janeiro e fevereiro? Direitos de imagem também acumulados! Penhoras e mais penhoras? Não aprenderam nada com o caso SCARPA? Meu Deus! Querem perder o Pedro também nessa situação, nossa salvação para sair do CTI financeiro que essa seita maldita nos colocou desde 2013? Patrocínio master, NADA? DOIS ANOS? Volta da Vitton, volta da Dry world, volta da Vale express, audiência do Levir Culpi ninguém do clube compareceu. Absurdo! Dívida triplicou, atletas de renome dispensados pelo zap, gerando dívidas e ações trabalhistas, torcedores presos por combinado com diretoria de facilitar venda de ingressos. Páginas policiais. Ah mas tem o TIC-TAC do Diniz, GANSO, NENÊ, FALA SERIO! Sr. Pedro Mongol Nerd Abad Incapaz Jr, está esperando o que? Passeio a Londres foi bom? Cai fora. Cai fora logo! Não aguentamos mais! A ata da Assembleia caiu em exigências no cartório? Será mesmo? Não somos otários, marque as eleições de uma vez, honre sua palavra, cumpra o que prometeu em entrevista pública, e tente sair pelo lado (COZINHA) e não pelos fundos. Porque pela frente é IMPOSSÍVEL!
Você sem sombras de dúvidas nenhuma foi o PIOR PRESIDENTE DA HISTÓRIA!
Devolva nosso FLUMINENSE!
Saudações Tricolores.
Vitória na Guerra!
Opinião pessoal.

16 Replies to “Até quando só notícias ruins?”

  1. Pingback: online daily
  2. Pingback: breitling replica
  3. Pingback: Devops
  4. Pingback: bandar togel
  5. Pingback: Sony COM-1 manuals
  6. Pingback: wig
  7. Pingback: 메이저놀이터
  8. Patrocínio Master questão de honra para sanar dívidas , sinistra essa incompetência , clube de torcida grande , creio uns dez milhões no Brasil. Vende, vende, vende e nada de por o caixa em dia…..deveriam ter um dep de marketing forte para arrumar um Master

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *