Digão diz que alivia dores na panturrilha com injeção e quer se recuperar para enfrentar o Boavista

Aos 30′ do segundo tempo do jogo deste domingo, contra a Cabofriense, Digão precisou deixar o campo em maca. Na saída do Maracanã, após o Fluminense vencer por 2 a 1, o zagueiro disse que não suportou as dores na panturrilha, problema que o vem afetando há algum tempo. A solução para aliviar o incômodo é aplicar injeção no local.

– No fim, saí com uma dor que estava incomodando há muito tempo. Estava tomando injeção para jogar. Quando botei a perna esquerda como apoio, senti uma fisgada forte. Mas não vai ser nada grave nada, não. Vou estar pronto para a próxima partida.

Embora queira enfrentar o Boavista na quinta-feira, em Saquarema, o jogador depende de reavaliação, prevista para esta segunda, para saber se terá condições de atuar. Caso vire desfalque, Fernando Diniz deve optar por Léo Santos, recém-emprestado pelo Corinthians e que substituiu o veterano duas vezes: na última rodada e no empate em 1 a 1 com o Resende.

– Se preocupar, eu tomo injeção e jogo. Não tem problema nenhum. No momento ali deu uma dor bem chatinha, mas tenho certeza que quinta-feira vou estar inteiro para o jogo – declarou Digão.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *