fbpx

Airton revela conversa com Abad e minimiza atrasos salariais: “Vão quitar o que estão devendo”

Na segunda-feira, o Fluminense chegou a três meses de salários atrasados ao não pagar os vencimentos referentes a fevereiro. Logo, passou a lidar com o risco de ser acionado judicialmente por seus jogadores, respaldados pela Lei Pelé, que libera pedido de rescisão em casos de inadimplência por esse mesmo período. Foi assim que Gustavo Scarpa deixou o clube rumo ao Palmeiras, no início do ano passado.

– A gente sabe que a diretoria está trabalhando. O grupo está focado para dar o máximo. Começamos a semana muito bem e estamos no início de um trabalho. A diretoria está trabalhando para colocar tudo em dia – disse Airton.

Em acordo com lideranças do grupo, a diretoria decidiu pagar janeiro aos novos contratados, que não haviam recebido nenhuma remuneração. As pendências na CLT são 13º e férias de 2018, janeiro e fevereiro de 2019. Quanto aos direitos de imagem, são novembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019. O próximo vencimento é no dia 15: imagem de fevereiro. Não há prazo para regularização.

Na entrevista aos jornalistas nesta terça-feira, o volante revelou que houve uma reunião entre o elenco e o presidente Abad.

– A gente sempre está trabalhando com a comissão e com a diretoria. Nosso foco é dentro do campo. Estamos sempre buscando as vitórias. A diretoria está trabalhando para cumprir o que está devendo – declarou, emendando:

– Temos um grupo muito fechado, sempre conversando com a comissão e com a diretoria. Estamos focados para colocar o clube onde todos querem.

A imprensa especulou que os jogadores vinham se incomodando com as contratações negociadas pela diretoria enquanto perdura a dívida. A bola da vez é Nenê, na mira desde o início do ano. Airton, porém, rechaçou a polêmica.

– Não estou aqui para achar incoerente. Estamos focados, tivemos ontem uma reunião com o presidente. Eles têm passado as coisas. Estamos focados no campo, junto com o professor Diniz. Eles vão quitar o que estão devendo.


Veja mais respostas:

Fernando Diniz
O professor Diniz tem um método de trabalhar diferente. Sempre quer impor o ritmo e ir em busca da vitória. Cheguei no ano passado e estou em busca de oportunidades.

Titularidade
Ninguém tem garantia, está todo mundo trabalhando, todos são iguais. Quem tem oportunidade tem dado conta. Quem está entre os 11 tem que mostrar o potencial.

Boa fase do Fluminense
O Fluminense está fazendo uma pré-temporada e conseguiu uma sequência boa de jogos. Espero ajudar o Fluminense.

Sequência de jogos
A gente vai ter uma sequência grande de jogos e precisamos pensar jogo a jogo. O professor Diniz procura conversar bastante com a gente para evitar lesões.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

One Reply to “Airton revela conversa com Abad e minimiza atrasos salariais: “Vão quitar o que estão devendo””

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top