Desfalque por dois meses, Digão diminui média de gols sofridos pelo Fluminense em 2019

Um dos líderes do elenco, Digão tem sido peça essencial para o sistema defensivo do Fluminense em 2019. Segundo o quadro “Espião Estatístico”, do Globoesporte.com, o zagueiro esteve em ação em 50% dos minutos jogados pela equipe na temporada. Com ele, apenas um gol sofrido – na final da Taça Guanabara, contra o Vasco. Sem ele, o número sobe para cinco.

As estatísticas evidenciam o quanto a lesão do jogador pode ser prejudicial ao time de Fernando Diniz. Digão, que não atuou na goleada por 3 a 0 sobre o Boavista, no meio de semana, desfalcará o Fluminense por dois meses devido a uma fratura na fíbula da perna esquerda. Por ora, não há necessidade de cirurgia.

Sem o camisa 26, Léo Santos, recém-emprestado pelo Corinthians, deve assumir a vaga ao lado de Matheus Ferraz, como em outras duas ocasiões. É o segundo problema físico do capitão no ano: o primeiro, logo na estreia no Campeonato Carioca, em janeiro, o afastou dos gramados por quatro jogos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta