fbpx

Fernando Diniz elogia marcação do Luverdense, reclama do gramado e considera 0 a 0 justo: “Criamos pouco”

Sem espaços para ameaçar o gol adversário, o Fluminense não conseguiu sair do 0 a 0 com o Luverdense no estádio Passo das Emas. Fernando Diniz reconheceu que esperava um jogo difícil e destacou a falta de criatividade de seus comandados.

– O resultado foi justo, sim. Criamos pouco, tivemos uma ou outra chance, o Luverdense criou pouco. Foi um jogo muito truncado. Foi um jogo para empate mesmo. A equipe soube jogar a partida, mas tivemos dificuldade para penetrar

Além da marcação firme do Luverdense, as condições do campo não favoreceram o Tricolor nessa quarta-feira. Assim como Gilberto, que considerou o campo “pesado”, o treinador considerou as condições do gramado um empecilho para sua equipe.

– As dificuldades foram criadas não só pelo campo, mas pela disposição tática dos jogadores do Luverdense. Eles marcaram muito, jogadores rápidos, foram muito obedientes. Os dez marcando com força. Sabíamos que seria difícil criar. Faltou um pouco de criatividade para o time, mas que foi dificultado por esses dois fatores: o campo e o esquema tático deles.

Na próxima terça-feira, os times voltam a se enfrentar. Vão decidir no Rio o classificado à quarta fase da Copa do Brasil. Como não há gol qualificado, nova igualdade provocará disputas de pênaltis. Diniz imagina um jogo diferente no Maracanã.

– No Rio tende a ser um jogo diferente, porque as condições do gramado são outras, o ambiente é outro. O gramado, a maneira como nos sentimos em casa, jogando no Maracanã. O jogo fica mais fluido. Aqui, de fato, fica mais difícil de jogar.


Veja mais respostas de Fernando Diniz

Análise do jogo

– Sabíamos que teríamos dificuldades para articular o jogo em razão do campo e do time muito organizado defensivamente, como sempre são bem organizados os times do Junior Rocha. Poderíamos ter jogado melhor, algumas questões no ataque, mas sabíamos que o jogo seria difícil.

Força do Luverdense em casa

– Jogo muito difícil, como já esperávamos. Historicamente, o Luverdense pega times grandes aqui e complica. Lembro do Inter empatar jogo aqui, o Botafogo não conseguir ganhar, o Santos perder.

Pensamento no Fla-Flu

– Não pensamos no Flamengo enquanto não acabou esse jogo. Mas agora é pensar no Fla-Flu. Descansar bem o time e preparar para fazermos um grande jogo no sábado.

Lucas do Rio Verde, MT

– Já conhecia e sabia das dificuldades de jogar aqui. A experiência que tive aqui ajudou a preparar bem o time para fazer um jogo seguro. No 2º tempo melhoramos um pouco na partida, tivemos algumas chances para marcar e oferecemos muito poucas chances de contra-ataque, que era a proposta deles.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top