fbpx

Presidente do Vasco discorda da escolha de gestores do Maracanã e chama Fluminense de “chaveiro pendurado na calça do Flamengo”

Favorável a uma gestão que incluísse os quatro grandes do Rio, o Vasco, segundo seu presidente, Alexandre Campello, discorda da cessão do Maracanã a Fluminense e Flamengo, anunciada pelo governador Wilson Witzel na tarde desta sexta-feira. A dupla deve assumir dia 19, após a saída da Odebrechet, por seis meses, tempo que pode ser prorrogado.

– Nos preocupa muito, o Vasco não concorda com esse tipo de cessão de direitos. O Vasco não irá aceitar esse tipo de direcionamento. O Maracanã é um patrimônio do povo, foi construído com dinheiro da sociedade e não pode ser usado de maneira exclusiva por um dos clubes. Vamos buscar os nossos direitos, na Justiça ou em outro lugar –  disse, na quinta-feira.

Campello revelou que havia um consenso sobre entregar maior parcela de lucro ao Fla por levar mais público ao estádio. Porém, confirmou o desejo do rival em exercer liderança na administração. Por isso, o vascaíno alfinetou o Tricolor pela parceria firmada com o Rubro-Negro.

– Sendo um chaveiro pendurado na calça deles? O Vasco tem que participar da gestão, o Vasco não quer esmola de querer jogar em estádio, o Vasco tem estádio. Se o Fluminense se submete a isso, é uma escolha do Fluminense. O Vasco não aceitou ser subalterno, não participar das decisões.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

One Reply to “Presidente do Vasco discorda da escolha de gestores do Maracanã e chama Fluminense de “chaveiro pendurado na calça do Flamengo””

  1. Acho uma vergonha chega de ser capacho do Flamengo..
    Nao.acho legal essa situação somos grandes e como tal tem os que ter pela mesmos direitos..
    Não podemos viver a sombra do flabosta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top