Fluminense e Flamengo pagarão aluguel por jogo no Maracanã, mas reafirmam “condição comercial justa”

A administração do Maracanã passará a ser responsabilidade de Fluminense e Flamengo, escolhidos pelo Governo a substituir a Odebrechet, que deixará o comando no dia 18. Os custos fixos, por mês, são de R$ 2 milhões, mais o pagamento mensal de R$ 166 mil ao Governo.

Os clubes vão receber aluguel por jogo e, se forem os mandantes, pagarão a si mesmos, como faz o Botafogo no Nilton Santos, como forma de movimentar o caixa do estádio. Todavia, o valor será de R$ 90 mil, inferior aos R$ 150 mil, em clássicos, e R$ 120 mil, nos demais jogos, cobrados pela concessionária que assumiu em 2013. Os lucros arrecadados com a comercialização de bebidas e comidas será integralmente do mandante.


Veja a nota divulgada pela dupla mais cedo:

“Flamengo e Fluminense celebram e agradecem a confiança do Governo do Estado do Rio de Janeiro na parceria firmada para a administração do Maracanã. Este é um momento histórico para o esporte nacional. A rivalidade fica dentro do campo, demonstrando que todos os clubes podem trabalhar em conjunto para o bem do futebol carioca, levando a alegria para os milhões de torcedores. A dupla Fla-Flu está preparada para o enorme desafio que tem pela frente.

Os dois clubes reafirmam que a prioridade é a realização de partidas de futebol dos clubes cariocas, com uma condição comercial justa, bem melhor do que a oferecida até agora. Vale lembrar que, apesar de Botafogo e Vasco não fazerem parte do consórcio, os dois coirmãos terão acesso justo e isonômico para a utilização do complexo esportivo.”


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *