Revezamento na zaga por lesões dá chances a Nino, elogiado por Diniz: “Me sinto honrado no Fluminense”

Recém-contratado do Criciúma, Nino viu surgir uma chance pelas lesões de companheiros. Digão, Léo Santos e Paulo Ricardo reduziram a três o número de opções para a zaga. Coube ao camisa 33 assumir a posição ao lado do veterano Matheus Ferraz. Quarta-feira, o zagueiro completou 22 anos vencendo o Luverdense por 2 a 0, no Maracanã, e avançando na Copa do Brasil.

– Muito feliz, me sinto honrado em jogar pelo Fluminense. É a oportunidade que todos sonham. Fico feliz de comemorar o meu aniversário com uma vitória, uma classificação, dando alegria para a torcida. Espero que a gente continue passando de fase e vá longe no campeonato – disse o jovem, elogiado por Fernando Diniz

– Um menino muito bem avaliado, jogador de potencial. Por isso foi contratado pelo Fluminense. E tem correspondido plenamente nas partidas que jogou. Tem um estilo que se adapta facilmente à maneira como eu gosto que a equipe jogue. Tem um bom passe. Emocionalmente, embora seja garoto, mostrou ter a cabeça muito forte, principalmente nos clássicos. E hoje (quarta-feira) fez mais uma boa partida.

Nino soma só quatro jogos com a camisa verde, branca e grená. Metade foram clássicos contra o Flamengo – uma derrota e um empate. Os duelos mais duros tendem a deixar o jogador mais “cascudo”. Na missão de ganhar experiência, ele conta com a ajuda da sua dupla, Ferraz.

– É muito bom jogar ao lado dele. É o segundo jogo que a gente não toma gol. É um bom sinal. Estou muito feliz e tenho aprendido muito com ele, pegando experiências que vou levar para toda a minha vida.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *