Vamos FLUMINENSE… no futebol e no cenário político. Opinião Marcelo Accetta.

Vamos FLUMINENSE… no futebol e no cenário político.

Temos um importante jogo nesta quinta feira, contra o Santa Cruz pela CB. Podíamos ter um folga maior para a partida de volta, caso tivéssemos tido uma apresentação melhor no 2° tempo do jogo aqui no Maracanã. Contínuo apostando no bom trabalho do Fernando Diniz, apesar de termos um elenco de grande limitação, o que nos trás dúvidas sobre seu desempenho, principalmente no Campeonato Brasileiro, campeonato esse considerado um dos mais difíceis do mundo. Não podemos testar, seja esquemas, seja contratação de jogadores em meio a competição. Temos tido bom período para treinamento e para buscas de soluções. Apesar do bom trabalho do Fernando Diniz penso que temos que ter um esquema alternativo, vide que estaremos enfrentando as melhores e bem montadas equipes do Brasil. Temos que entender a realidade de nosso elenco, além das dificuldades extra-campo. Não podemos esquecer nosso fraco desempenho nos clássicos do Campeonato Estadual, da impaciência da sua torcida, todo alerta é pouco. Teremos um reforço de peso, o Pedro, mas que precisa da chegada da bola até ele. Ganso precisa jogar, precisa melhorar a forma física, só assim poderá mostrar para que veio.
Quanto a situação política do clube, finalmente temos uma data definida para eleger um novo Presidente. Temos grupos que estão mais preocupados em atacar os concorrentes do que discutir soluções, o cenário não é bom. Penso que se não houver algum “acordo” sobre isso, só o FLUMINENSE estará perdendo. Hoje o quadro eleitoral apresenta, supostamente, três ou mais candidatos: Mário Bittencourt com Celso Barros, Ricardo Tenório, Ayrton Xerez e a definição de algum outro grupo, como o do Cacá & cia. Fora as composições… Tentam atacar quem chega e de fato todos, exceto Ayrton Xerez, tem passagens pela gestão do clube, o que de uma forma apresenta o que fizeram enquanto estiveram a frente do futebol, seja no lado positivo, como também no negativo.
Não vejo com bons olhos está divisão. O FLUMINENSE precisa de paz, precisa equacionar uma série de questões que impedem o avanço do clube. Falam em estádio, ótima idéia, mas temos muitas coisas para priorizar e dar “gás…oxigênio” ao clube. Vejo projetos e mais projetos serem apresentados, mais precisamos de SOLUÇÕES, de planejamento compatível com nossa realidade. Intensifico, precisamos nos unir, precisamos de gente qualificada e do ramo do futebol… amadorismo, Flusócio, pessoas “caindo de paraquedas” chega, esse tempo acabou há muito tempo. Enfim, vamos acreditar na Copa do Brasil e apoiar, já a partir de domingo, nosso time no Campeonato Brasileiro. Já está difícil, sem a torcida por perto só faz piorar.
Abraço a todos e ST.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *