Opinião do colunista Lauro Cernicchiaro sobre os pré-candidatos à presidência do Fluminense.

Guerreiros da Sul, Tricolores e Tricolindas, voltei!
Hoje vou falar um pouco da política do Clube, pois dia 8 de junho próximo teremos a tão esperada ANTECIPAÇÃO DAS ELEIÇÕES. Procurar esclarecer para aqueles que não frequentam o clube, não participam de grupos políticos mas são SÓCIO FUTEBOL como eu e tem direito a voto, ok?
Bem, temos cinco candidatos atualmente, dois ” cascudos ” que já possuem bagagem extraordinária no meio do futebol, experiência e altamente preparados e vacinados, e mais três lançando candidatura pela primeira vez. Vemos la.
1) Mario Bittencourt, foi diretor jurídico do clube e diretor de futebol, nos livrou do rebalixamento ao defender brilhantemente no caso Lusa, sem vice geral, ao lado do Dr Celso Barros, que virá no comando do futebol, com larga experiência e competência.
2 ) Ricardo Tenório, empresário, saiu há pouco da coligação TRIUNVIRATO,já foi diretor de Futebol também, possui grande experiência no meio, capaz de dar upgrade necessário, também sem vice geral. Até o momento irão ambos candidatos fazendo negociações e alianças para ocupar o cargo de vice e se fortelecerem. Muito bem. Os outros três.

1) Ayrton Xerez, ex deputado federal, tem o apoio de vários empresários tricolores consagrados, não o conheço, vice Edmundo Coelho, esse sim amigo pessoal, com uma grande vontade de ajeitar o clube, resta saber se vão deixar.

2 ) Marcelo Souto, conselheiro do clube, Presidente do Grupo Esperança Tricolor, criado pelo filho do Francisco Horta, também não o conheço, carreira solo, com ideideias e propostas novas.
3 ) Hebert Borges, advogado criminalista e empresário, oriundo das arquibancadas, YOUNG FLU, vem com apoio irrestrito da torcida, defendeu e soltou torcedores presos em várias situações, vem com muita vontade.

Gostaria muito que essa eleição tivesse apenas duas chapas, opinião pessoal minha, Mario Bittencourt & Celso Barros e do outro lado Ricardo Tenório & Pedro Antonio! Aí sim , BRIGA DE CACHORRO GRANDE, com debates, entrevistas, apresentação de plano de gestão, e o principal MEDIDAS IMEDIATAS A PARTIR DE 10 DE JUNHO, aí sim, chegar eleito com choque de ordem, arrumar a casa, custe o que custar, auditoria, abrir a caixa preta, Samorin, mistério Marcelo Teixeira, balancetes passados, enfim, averiguar e responsabilizar quem brincou de ser Presidente e afundou o clube. Concomitantemente partir com muita disposição e planejamento pré determinado, resgatar a credibilidade no mercado, patrocínio master, material esportivo, revitalizar o programa sócio torcedor e trazer a confiança do torcerdor tricolor de volta. E abrir o peito e falar : “AGORA SIM ” , isso que eu e milhares de tricolores esperamos. CHEGA DE AMADORISMO, ser Presidente por vaidade ou status, nao valorizar grupinhos ou ego pessoal. Tem que entrar, sabendo da furada, não dizer depois de eleito:
“NAO SABIA QUE A SITUAÇÃO ERA TÃO CRÍTICA ” , sem essa, eleito, bate no peito, encara e vai pra dentro. Lógico com aporte político e suporte financeiro já definido. Isso que desejo, e acredito que a grande maioria.
Então que vença realmente o melhor para o FLUMINENSE!
Saudações Tricolores.
Vitória na Guerra!

Sobre o autor