Grêmio separa imagens para usar na busca por torcedor envolvido em caso de racismo na Arena

No dia seguinte ao 5 a 4 para o Fluminense em cima do Grêmio, um vídeo divulgado pela FluTV expôs mais um caso de racismo na Arena: alguém chamou Yony González de “macaco” enquanto o colombiano comemorava seu segundo gol no jogo.

Ambos os clubes divulgaram mensagem nas redes sociais condenando o ato. E o Grêmio comunicou que apuraria o crime. A direção gremista separou imagens de câmeras de segurança do estádio para identificar o responsável por cometer injúria racial. Por sua vez, o STJD, segundo informação da assessoria, vai analisar o caso.

– Já localizamos as imagens na Arena e estamos identificando o responsável. É preciso ter muita responsabilidade e cuidado em um caso desses, porque repercute na vida dessa pessoa. Como clube popular, o Grêmio não pode ter esse tipo de situação na torcida – revelou o diretor jurídico Nestor Hein.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *