“Isto até parece um Coliseu!”

Arte: Marketing Fluminense FC

“Isto até parece um Coliseu!” Essa frase foi dita pelo almirante Alexandrino de Alencar, ministro da Marinha do Brasil, aos dirigentes do Fluminense, em 12 de setembro de 1918, ao fazer uma visita de inspeção às obras de construção do Estádio das Laranjeiras. O Coliseu de Roma, era sobretudo, um enorme instrumento de propaganda e difusão da filosofia de toda civilização romana.
    O Estádio das Laranjeiras foi construído para que o Brasil pudesse sediar o Campeonato Sul-Americano de futebol de 1919. A realização do torneio no Brasil, consolidava a devoção geral pelo futebol. A CBD não tinha recursos, mas o Fluminense liderado por Arnaldo Guinle, prontificou-se a construir o maior estádio da América Latina, até então. 
    O Estádio das Laranjeiras foi inaugurado no domingo, 11 de maio de 1919, com a presença do presidente Delfim Moreira, ministros e embaixadores. O Brasil goleou o Chile por 6 a 0, na estreia do campeonato. 
    Na final, na quinta-feira,  29 de maio, o jogo literalmente paralisava o Rio de Janeiro. Nas repartições públicas, por ordem do presidente da República, foi decretado ponto facultativo. Os bancos não funcionaram, enquanto grande parte do comércio fechou suas portas. Com a vitória de 1 a 0 sobre o Uruguai, com gol de Friedenreich, o futebol se consagraria nos corações e mentes dos brasileiros. Por toda a capital federal, inúmeras foram as comemorações. Em homenagem à vitória brasileira, o músico Pixinguinha compôs o choro “Um a Zero”, imortalizando o Campeonato Sul-Americano de 1919. 
    Em 1922, o Brasil voltaria a conquistar o Campeonato Sul-Americano no Estádio das Laranjeiras. O Fluminense conquistou muitos títulos no Estádio das Laranjeiras. Mas, Flamengo, Vasco, Botafogo, América e Bangu, também conquistaram títulos de campeões cariocas no estádio. 
    Dos 519 anos de história oficial do Brasil, o Estádio das Laranjeiras chega ao “Centenário”. No país do “bota-abaixo”, um estádio de futebol – que já foi palco de inúmeros outros espetáculos – chegar ao “Centenário”, é algo que deve ser muito festejado. 
    No século XXI, o turismo é uma das maiores fontes de receita e divulgação cultural, pelas principais potências econômicas do mundo. O Boca Juniors da Argentina nos dá o exemplo ao desenvolver na América Latina, o melhor caso de visitação ao Estádio La Bombonera. 
    O Estádio das Laranjeiras é um patrimônio e monumento nacional. O futebol é o maior símbolo da cultura e civilização brasileira. A preservação e visitação do Estádio das Laranjeiras deve se tornar uma “política de Estado”, do Fluminense e de nosso país. Que se busque a inspiração no Coliseu de Roma. Que hoje é o principal ponto turístico da belíssima Itália. 
    Contudo, vale recordar a frase do monge e historiador Beda, no século VII: “Enquanto o Coliseu se mantiver de pé, Roma permanecerá; quando o Coliseu ruir, Roma ruíra e quando cair, o mundo cairá”. Portanto, “Tricolores do mundo, uni-vos!” Pela preservação do Estádio das Laranjeiras, já!

* É proibida a reprodução total ou parcial do texto, por qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização. Direitos autorais reservados.

42 Replies to ““Isto até parece um Coliseu!””

  1. Pingback: relx
  2. Pingback: thi công cafe
  3. Pingback: rolex replica
  4. Pingback: 대밤
  5. Pingback: 19올넷
  6. Pingback: sextuplets today
  7. Pingback: click resources
  8. Pingback: human hair wigs
  9. Pingback: cornhole boards
  10. Pingback: 안전놀이터
  11. Pingback: quality formula
  12. Pingback: Panzer Arms BP-12
  13. Pingback: mo thay ran can
  14. Pingback: interqq
  15. Pingback: Parrots for Sale
  16. Pingback: page
  17. Pingback: bang wig
  18. Pingback: kinh nghiem bat de

Deixe uma resposta