fbpx

STJD denuncia Grêmio por injúria racial contra Yony González

Diante da análise de imagens e mesmo sem registro na súmula do jogo, o STJD decidiu denunciar o Grêmio pelo racismo praticado por um gremista contra Yony González na virada do Fluminense por 5 a 4, em 5 de maio.

– Somente uma punição severa ao clube alcançará o caráter pedagógico da pena, no sentido de quem praticou o ato covarde e discriminatório saiba que o clube para o qual torcem será responsabilizado, transmitindo uma educação que não tiveram em casa ou na escola – relata trecho da denúncia, que lembra o caso do goleiro Aranha, que sofreu injúria racial na Arena em 2014, quando jogava no Santos.

Sem risco de perda de mando de campo, o clube gaúcho vai a julgamento nesta sexta-feira podendo pegar multa de até R$ 100 mil. O responsável pelo crime, se identificado, pode ser proibido de frequentar estádios por, no mínimo, 720 dias. Até o momento, não houve sucesso nas buscas pelo infrator, embora o Grêmio tenha recolhido imagens de câmeras de segurança do local para avaliação.

RELEMBRE O EPISÓDIO:

Após o quinto gol do Tricolor, marcado por Yony, alguém na arquibancada o chamou de “macaco”. A polêmica, posta à tona em vídeo da FluTV, gerou revolta na internet e levou os clubes envolvidos a publicar uma mensagem de repúdio à ação.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top