fbpx

Antes “desconhecido”, Nino comenta dificuldades para conquistar espaço no Flu

Zagueiro afirmou que já esperava uma pressão maior por atuar em um clube grande do futebol brasileiro

Foto: Lucas Merçon / FFC

Contratado para a temporada de 2019, Nino chegou como um ‘desconhecido’ e, com as lesões de Digão e Léo Santos, ganhou seu espaço no Fluminense. Após boas atuações pelo Criciúma no ano passado, o zagueiro despertou o interesse do Tricolor carioca, que por não viver uma situação financeira suficiente para investir em muitas contratações de peso, acaba buscando e pinçando promessas pelo futebol nacional.

Atualmente titular da equipe de Fernando Diniz, Nino vem formando dupla com Matheus Ferraz e parece se firmar a cada dia mais no Flu. Em entrevista concedida à Rádio Brasil, o jogador de 22 anos relembrou sua chegada no clube das Laranjeiras e destacou a dificuldade de conquistar seu espaço em um time grande, principalmente para atletas que não estão nos holofotes aqui no Brasil.

“É normal. Vim do Criciúma, um clube que aqui no eixo Rio-São Paulo não é muito conhecido. Mas sabia que a cobrança seria grande no Fluminense, por ser um grande clube e eu teria que lutar para conquistar meu espaço. Espero poder mostrar que tenho capacidade de vestir a camisa e honrar as cores desse clube”.

O próximo desafio de Nino e do Fluminense é neste domingo (02), contra o Athletico-PR, às 11h (de Brasília), na Arena da Baixada, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Na 15ª posição com seis pontos conquistados, o Tricolor precisa de um bom resultado para não correr risco de entrar no Z4 da competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top